terça-feira, 22 de outubro de 2013

Vereadores do PT gastam em média mais verba de gabinete que a oposição em São Paulo

Vereadores do PT gastam em média mais verba de gabinete que a oposição em São Paulo

As despesas (verbas de gabinete gastas) dos Vereadores do PT são maiores que os de PSDB, PSD, DEM e PPS em São Paulo. Chego a essa conclusão após analisar o Custo do Mandato através do Relatório Mensal por Natureza de Despesas no site de transparência de Câmara de São Paulo. Os dados foram analisado entre 01/2013 e 08/2013 que são os únicos disponíveis por enquanto.
Tendo o PT a maior bancada da Câmara Municipal de São Paulo (10 vereadores) é natural que as o total de despesas do partido sejam superiores ao que possuem menos vereadores. Porém, a despesa individual que os vereadores do PT geram à Câmara é superior aos da oposição; especificamente do PSDB (9), PSD (8), PPS (2) e DEMOCRATAS (2).
Tabela Partidos
As despesas as quais me refiro são com produtos e serviços que cada vereador contrata com custos repassados a Câmara, como aluguel de carro, material de escritório, correio, etc.
Ocorre que individualmente os vereadores do PT na Câmara de São Paulo gastam em média R$11.893,04 ao mês, enquanto os da oposição gastam menos: PSDB (R$10.824,56), PSD (9.816,56), PPS (8.762,72), DEM (11.791,58).
E essa cena se repete quando analisamos os principais aliados do PT na Câmara: PTB, PV, PMDB e PSB. Os aliados gastam ainda mais individualmente que os vereadores do PT. Veja a tabela abaixo:
Tabela 2
Alguns podem dizer que se há menos vereadores, logo, divide-se o total gasto entre menos pessoas e isso tende a deixa a média individual acima dos partidos com mais vereadores. Porém, estamos falando de gastos individuais, logo, se os vereadores gastarem individualmente mais o custo médio será maior e se gastarem menos o custo médio será menor, não dependendo da soma de todos. Basta ver que os partidos da oposição tem menos vereadores que o PT, porém o custo de cada vereador desses partidos é menor.
O DEMOCRATAS tem apenas dois vereadores na Câmara de São Paulo e no entanto o gasto médio individual é inferior aos partidos aliados ao PT que possuem 4 vereadores cada (PTB,PMDB e PV) e ao PSB que também possui apenas dois vereadores.
Inclusive, o vereador que mais gastou verba de gabinete entre janeiro/2013 e agosto/2013 pertence ao PSB e atende por Ota. Entre 01/2013 e 08/2013, Ota gastou R$141.252,21, ou seja, em média R$17.656,53 ao mês.
No total a situação formada po PT, PTB, PMDB, PV e PSB possui 24 vereadores, enquanto a oposição formada por PSDB, PSD, PPS e DEM possui 21 vereadores. São apenas três vereadores de diferença. Agora, se contarmos as legendas “nanicas” temos PHS, Pc do B e PP que apóiam o PT e o PR que participou da coligação com a oposição, porém seus vereadores votam de acordo com os interesses do partido e também pessoais, assim como o PRB. Por fim temos o PSOL que está mais próximo ao PT ideologicamente, porém, não encontra-se aliado a este.
No total temos 29 vereadores para a situação que agora é formada por PT, PTB, PMDB, PV, PP, PSB, PC do B e PHS e 23 para a oposição cm PSDB, PSD, PPS, DEM e PR. No fim, o custo individual de cada coligação fica da seguinte maneira:
Situação
Oposição
Ao analisar as tabelas é fácil constatar que mesmo a situação tendo 29 vereadores entre os quais dividir o custo geral, o custo médio individual é maior que o da oposição que tem menos vereadores, que individualmente gastam menos. Podemos também verificar que o único partido da situação que tem custo médio individual é o PC do B que, vale ressaltar, possui apenas um vereador. Enquanto o PHS possui a média mais alta e também possui só um vereador na Câmara.
Por fim, pode-se perceber que o PT e seus aliados possuem 19% mais vereadores que a oposição (29 a 23) e no entanto gastam 31% a mais que a mesma no total (R$2.832.578,17 contra R$1.921.644,37) e 15% a mais na média individual (R$12.309,39 contra R$10.443,72).
Atente-se que haver mais indivíduos gera custo final maior, mas não afeta o que cada indivíduo consome. Se individualmente os vereadores do PT e seus aliados dão mais despesas à Câmara Municipal de São Paulo é simplesmente por que individualmente eles gastam mais do dinheiro do contribuinte em suas verbas de Gabinete, do que a oposição.
Por Roberto Lacerda Barricelli
Gostou? Adquira o livro: Estatismo: O Estado Intervencionista Brasileiro”. Nele exponho falácias, erros e a demagogia do PT, aliados e as teorias comunistas/socialistas na política, economia e questões sociais, apontando soluções reais aos problemas dessas áreas.
Fontes:
Portal da Câmara Municipal de São Paulo – Custo de Mandato -http://www.camara.sp.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=472&Itemid=66
Portal da Câmara Municipal de São Paulo – Perfis dos Vereadores -http://www.camara.sp.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=329&Itemid=23
Tabelas – Criação própria através dos dados obtidos no Portal da Câmara Municipal de São Paulo entre janeiro de 2013 e agosto de 2013.