quarta-feira, 4 de julho de 2012

Brasil -tornou-se um pais sem caráter ao apoiar tiranos e forçar entrada da Venezuela no Mercosul

Na semana passada este blog saiu em DEFESA da Democracia e Soberania ParaguaIa,  CONTRA Golpe do falido Mercosul que legitimou a entrada da Venezuela no bloco. 


O Brasil que teve um processo de Impeachment de um presidente corrupto,no mínmo deveria e deve respeitar a soberania do vizinho e não agir como um covarde tirano em uma reedição da triplice aliança do século passado, mas a farsa da tríplice aliança e unanimidade do GOLPE da inclusão da Venezuela foi desmascarado pelo Uruguay conforme podemos ler que a Pressão do Brasil forçou entrada da Venezuela no Mercosul




 O vice-presidente do Uruguai, Danilo Astori, qualificou o ingresso da Venezuela como membro pleno do Mercosul como uma "agressão institucional"

Nos últimos 9,5 anos o Brasil saiu da condição de um verdadeiro líder regional para tornar-se
uma republiqueta subdesenvolvida com uma politica internacional de apoio a terroristas internacionais,ditadores  que faz feio na diplomacia internacional, o Barão de Mauá deve estar se revirando no tumulo. 

A Venezuela de Hugo Chavez através de seu chanceler reuniu-se com militares paraguaios, uma tentativa frustrada de criar rebelião destes e pressiona-los a assinar documento de apoio ao agora ex-presidente Lugo.  Isso mostra o quanto sem caráter é Lugo que foi deposto por mau desempenho das funções, que foi pedir interferência venezuelana para manter-se no cargo, alias apego ao poder é comum entre os socialistas,comunistas e bolivarianos.




Venezuela, Argentina, Brasil e Uruguay ao criticarem a atuação do Congresso  paraguaio em  defesa da Constituição e classificar o Impeachment daquele que estava com mau desempenho de suas funções presidenciais como GOLPE, em desrespeito a SOBERANIA Paraguaia mostra que seus governantes são maus caráter que defendem o Estado Totalitário e o desrespeito as leis. É hora do povo destes paises ACORDAREM e tirarem estes tipos de nossos paises ou a América Latina jamais será respeitada, será sempre considerada REPUBLICAS DE BANANAS.