sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

De Alerta Total -Bacalhaugate: Lula teme que ação anti-corrupção investigue aplicação de Rose em fundo de pesca norueguês -

De Alerta Total

Exclusivo – Desdobramentos das investigações da Operação Porto Seguro investigam detalhes de uma milionária aplicação feita por Rosemary Nóvoa Noronha em três aplicações, focadas na área de pesca, feitas em carteiras do mega-fundo de investimento da Noruega. O risco de um “Bacalhaugate” fisgando a amiga Rose e outros peixes grandes brasileiros é a mais recente preocupação de Luiz Inácio Lula da Silva. Além Noruega, a Polícia Federal também mapeia investimentos feitos por Rose em Portugal e na França.

A principal ação é mapear a origem do dinheiro aplicado por Rose, em montante ainda não revelado, para saber se tem origem legal. A probabilidade é que resulte de recursos de empresas européias que obtiveram vantagens em negócios no Brasil. A alta propina paga em tais negociatas é conhecida pela gíria por “petit fois” (uma vez que os depósitos à margem da lei aconteceriam na França). Tais informações ainda não foram parar no inquérito que tenta apurar como funcionava a quadrilha que usava o acesso e prestígio do poder para fazer grandes negociatas.

O investimento norueguês de Rosemary pode ser fatal para ele e seus parceiros. A Noruega tem um fundo que financia um projeto do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em parceria com o próprio Brasil, para combater a lavagem de dinheiro, evasão fiscal, exploração ilegal de recursos naturais, e o fortalecimento da auditoria e controle na América Latina e no Caribe. Desde 2007, Noruegueses já aplicaram NOK 30 milhões (aproximadamente R$ 11 milhões), e prometem mais NOK 14 milhões (aproximadamente R$ 5 milhões) na ação anti-corrupção.

O negócio norueguês de Rose é tão promissor que os herdeiros da família de um grande banco brasileiro também têm presença em investimento idêntico. A diferença é que os “banqueiros” têm dinheiro legal suficiente para encarar e faturar com as aplicações de retorno garantido. Este pode não ser o caso da amiga do ex-Presidente Lula da Silva, que tinha plenos poderes no escritório montado na Presidência da República em São Paulo e que acabou indiciada por formação de quadrilha, falsidade ideológica, tráfico de influência e corrupção ativa.

A vantagem de aplicar dinheiro na Noruega é enorme. Até porque o negócio (legalmente falando) tem repercussão positiva e visível na economia brasileira. Entre os maiores do mundo, o Fundo de Pensão Global do Governo da Noruega, ou o fundo norueguês de petróleo, participa de mega-negócios no Brasil. Só em 2011, aplicou US$ 5,5 bilhões no País, em participações acionárias em empresas, renda fixa e bens imóveis. O famoso fundo norueguês é uma ferramenta de política fiscal de apoio à gestão de longo prazo para as receitas do petróleo da Noruega. O capital é investido no exterior, para evitar o superaquecimento da economia norueguesa, protegendo-a dos efeitos decorrentes da flutuação do preço do petróleo.

Os noruegueses costumam ser rigorosos na fiscalização das aplicações do Norwegian Government Pension Fund Global, que é monitorado por seu Banco Central e gerido pela Administração de Investimentos do Banco da Noruega – o Norges Bank Investment Management (NBIM), presidido por Yngve Slyngstad. Não por coincidência, os noruegueses foram um dos mais intensos participantes da Conferência Internacional Anticorrupção, realizada em Brasilia, no início de novembro. Durante o evento, o vice-ministro Arvinn Gadgil assinou o novo acordo com o BID no Brasil para colaborar no combate à corrupção.

"Fartou" arrecadação

O jantarzinho de ontem do PT em Brasília arrecadou apenas R$ 1.156 reais para ajudar a pagar o montante de R$ 1,5 milhão em multas impostas pelo Supremo Tribunal Federal na condenação do Mensalão.

Dos 55 que compraram convite – apenas 48 que foram ao banquete – que foi um fracasso total na cidade que tem mais petistas aparelhando a máquina do governo – a maioria sequer ganhando sem trabalhar.

A previsão da Juventude Petista, organizadora do evento, era alimentar 1.500 pessoas e faturar alto com doações (que não ocorreram). 

Ele fica

Dilma Rousseff promete não se curvar as pressões internacionais em contrário.

Manda avisar que manterá Guido Mantega no emprego, na mini-reforma ministerial que fará agora em fevereiro.

Dilma alega que a política econômica é dela – e que Mantega é apenas o executor -, para justificar que continua tudo como dantes na Fazenda do Abrantes.

Parlamento de Programa

Argentinos estão tirando onda com a denúncia do deputado Federal e ativista homossexual brasileiro Jean Wyllys de que 60% dos nossos congressistas contratam serviços de prostituição.

Os hermanos do canal C5N até aproveitaram para perguntar ontem, ao vivo, se a modalidade contratada era a feminina, masculina, bissexual ou transsexual...

Já famoso por sua participação no BBB da Rede Globo, o atual deputado pelo PSOL do Rio de Janeiro agora também ganha fama em toda a América espanhola...

Ameaça covarde

Tem deputado - PT da vida com a revelação de Jean – jurando vingança.

Inimigos dele ameaçam divulgar vídeos privados para tentar enquadrá-lo em possível crime de quebra de decoro parlamentar.

Um material anti-Jean já teria sido distribuído pelos deputados “contratadores de primas” para a turma do Anonimous...

Nova tiragem do Orvil

Militares comemoram a nova tiragem de dois mil exemplares do livro “Orvil - Tentativas de Tomada do Poder” ((Editora Schoba, R$ 72,90).

Prefeciada pelo General reformado Geraldo Luiz Nery da Silva, a obra de 924 páginas apresenta a versão de versão de oficiais do Centro de Informações do Exército (CIE) sobre tudo que aconteceu no Brasil desde a intentona comunista de 1935 até os desdobramentos de 1964.

O mais interessante é que o Orvil (livro escrito ao contrário) dá uma aula sobre a atual estratégia da esquerda gramscista, através da "doutrinação" pelos meios de comunicação, instituições de ensino, sindicatos e movimentos populares.

Piada ampliada

Versão acrescentada de hit que circula na internet:

Na Venezuela quem manda é um morto.

Na Coréia do Norte quem manda é o filho do morto.

Em Cuba quem manda é o irmão do morto.

Na Argentina quem manda é a mulher do morto.

No Brasil (principalmente na prefeitura de São Paulo) quem manda é um que se finge de morto.

E no Maranhão quem manda é “um imortal que se recusa a morrer.”


Prefeitando...








Fonte: Alerta Total