sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Mentira$ & Negociata$ da holding petralha


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão – serrao@alertatotal.net

O discurso revolucionário da dita esquerda pratica a verdade mentirosa ou a mentira verdadeira? A resposta tanto faz, quando o objetivo maior do papo mistificador é conquistar, consolidar ou ampliar o poder. O político se transforma em um mitomaníaco que acredita na veracidade daquilo que sua boca proclama. Seus seguidores, fanatizados pelas palavras, reproduzem o que foi dito. A máquina de marketagem e propaganda difunde e amplia o alcance da mitomania.

Primeiro caso para reflexão: a conversinha fiada do vice-presidente Venezuelano Nicolas Maduro que nada esclarece sobre o real estado de saúde de Hugo Chávez – que até outro dia estava curado do câncer pela “revolucionária medicina cubana” - na qual nem a Velhinha de Taubaté e muito menos José Dirceu devem acreditar tão piamente. Os dirigentes bolivarianos nada revelam de concreto em seus discursos públicos. Apenas usam a velha retórica de mistificações acerca de uma “mídia direitista” para iludir os cidadãos e para criar um clima de milagre para favorecer o regime chavista – bem na hora de morte.

Segundo caso, bem conhecido de todos: o discurso dos principais condenados no processo do Mensalão. Todos posam de “injustiçados”, “perseguidos políticos” e “vítimas de um esquema direitista-golpista dentro do judiciário”. Longe de cumprirem efetivamente as penas, eles abusam da arte ideopática de proclamar e propagar mentiras que se tornam politicamente verdadeiras. Vide o exemplo do futuro deputado José Genoíno que não terá o menor pudor de assumir a suplência da legenda da Perda Total na Câmara Federal. Pelo menos, com o empregão, poderá juntar uma graninha para pagar as multas do mensalão sem precisar tomar grana dos seguidores petistas. A ética parlamentar – se é que existe no Brasil – que se dane...

Terceiro caso, fresquinho, para análise de um psiquiatra forense, de preferência: a polícia revela que a vereadora Ana Maria Branco de Hollaben forjou seu próprio sequestro, logo depois de aparecer toda faceira na posse da Câmara Municipal de Ponta Grossa, no Paraná. Adivinhem o partido ao qual é filiada e militante a ilustre política, que ontem ganhou seus 15 segundos de fama no noticiário nacional por causa do desaparecimento de mentira? (en)Hollaben é do Partido dos Trabalhadores. Claro, isto é apenas uma mera coincidência... A moça foi indiciada por falsa comunicação de sequestro – mentirinha por ela empregada apenas para protelar a votação que escolheria o presidente da casa legislativa que vai empregá-la por quatro anos...

Mais umas mentirinhas, além dos discursos e promessas dos 5.550 prefeitos que tomaram posse em 1o de janeiro? Basta torturar seus ouvidos, olhos e cérebros com a discurseira oficial sobre a economia brasileira. O ano de 2013 – que termina com a numeração azarenta do PT – só trará sorte para os especuladores de sempre ou para aqueles que mamam muito forte nas tetas das negociatas de nosso Estado Capimunista. Os demais mortais devem se preparar para segurar a onda de uma crise econômica. A inflaçãozinha é um escorpião em nosso bolso. A maioria das famílias brasileiras já se contorce em dívidas. O governo continua desperdiçando dinheiro – e cobrando impostos elevadíssimos – para pouco ou nada fazer.

A perspetiva é boa para a mais próspera empresa do Brasil – que deveria ser registrada na junta comercial como PT Comércio & Participações Sociedade Anônima. Mas tal pessoa jurídica se esconde atrás da pessoa política para produzir grandes lucros para as pessoas físicas que comandam sua soviética cúpula.

Esta holding virtual, que é parceira do governo do crime organizado, recebe muito dinheiro de todas as grandes empresas nacionais e transnacionais que dependem do Estado capimunista tupiniquim. Como uma seita religiosa, também recolhe muita grana no dízimo (20%) sobre os vencimentos que a máquina pública paga aos militantes. Eis um dos motivos porque a “empresa” dá emprego para tanta gente que nem precisa trabalhar, só bater o ponto de vez em quando, no serviço público.

A PTSA ainda terá uma grande fase de prosperidade – principalmente porque vai administrar a cidade mais rica do País (pelo menos) nos próximos quatro anos. Além disso, a gastadeira máquina federal continua a pleno vapor. Mesmo que não funcione direito, está muito bem aparelhada pelos petistas, petralhas e demais parceiros de negócios políticos, naquele estilo “tu somos nós, e vice-versa”.

Se houver problemas na condução do Titanic, basta trocar algumas peças. É o que fará a grande timoneira Dilma Rousseff, logo depois do carnaval que acaba nunca no Brasil. Guido Mantega deve ser o mais ilustre desempregado do Ministério da Fazenda e do Conselho de Administração da Petrobrás. A pressão contra o grande gerente dos maiores negócios petistas é muito alta. As apostas indicam que Aloisio Mercadante Oliva é quem vai azeitar a máquina quando Mantega for da Fazenda para a roça.


Agora, o PT se diz vítima de uma campanha de desmoralização. OA turma da Perda Total compara o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a Getúlio Vargas e João Goulart. Por isso, a cúpula resolve convocar o quinto congresso nacional da legenda. Segundo a Folha de S. Paulo, o texto de convocação ataca a mídia e "grupos incrustados em setores do aparelho de Estado" como substitutos dos partidos da oposição em uma suposta tentativa de desqualificar o PT. Super legal, né? Os caras nem falam do Mensalão, Rosegate e outros escândalos menos votados.

Enfim, entre verdades mentirosas e mentiras verdadeiras, com muita grana no meio, tudo parece estar na mesma... Assim começa e vai acabar o ano... Minhas férias de mentirinha já estão acabando também...