sexta-feira, 13 de novembro de 2015

BRASIL SOB DITADURA DISFARÇADA DE DEMOCRACIA.


EM 1995 APÓS DA UM GOLPE SILENCIOSO NO PAÍS, FERNANDO HENRIQUE E SUA TURMA DE COMUNISTAS TRANSFORMARAM O PAÍS EM UM "NOVO ESTADO", O ESTADO SOCIALISTA. NOVAS LEIS, ESTATUTOS E REGIMENTOS FORAM ENTÃO CRIADOS PARA ATENDER O "NOVO ESTADO". NO REGIME, O GOVERNO DE ESQUERDA OPTOU POR UM "CONTROLE RÍGIDO" SOBRE O ESTADO, INCLUSIVE OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO. INSTITUIÇÕES DO GOVERNO PASSARAM ENTÃO, A SEREM CONTROLADAS POR DIVERSOS ÓRGÃOS DE REGULAÇÃO E APARELHAMENTO . COM O PT NO PODER, E USANDO O "NOVO ESTADO", LULA, DILMA E SEUS JAGUNÇOS ACELERARAM O PROCESSO DE SOCIALIZAÇÃO DO PAÍS E DE CONTROLE IDEOLÓGICO DA MÍDIA. ABUSANDO DAS LEIS, DA CHANTAGEM, DA CORRUPÇÃO E DE AMEAÇAS, O "NOVO ESTADO SOCIALISTA" IMPÕE UMA DITADURA JAMAIS VISTA NO PAÍS.

O Regime Militar passa longe do atual regime em que vive o país desde 1995. O socialismo da esquerda brasileira não só nos trouxe a miséria, a pobreza, a corrupção, a imoralidade e a falta de educação, como também uma ameaçadora ditadura socialista. No Regime Militar o povão em geral não percebia que estavam sob um regime ditatorial. O Regime Militar se restringia a controlar e muito mal, os meios de comunicação, as artes e a cultura em geral. Não havia um aparelhamento dos meios de comunicação como há hoje. 

Bem diferente dos militares, os jagunços comunistas de hoje, aparelharam os meios de comunicação de fora para dentro. Redações de jornais, emissoras, revistas e a mídia em geral estão totalmente dominadas por militantes radicais da esquerda, por comunistas que viveram no exílio e também por dirigentes partidários. Muitos jornalistas estão na lista de pagamentos de partidos como o PSDB, PT e PMDB. O controle ideológico vem asfixiando completamente a liberdade de expressão, que passa a ser monopólio do partido que está no poder. Esse foi o plano, e essa é hoje, a realidade da mídia no país.

No regime militar, "um ou dois agentes federais" que não entendiam nada de jornalismo e muito menos de televisão, se limitavam a verificar textos, mensagens e matérias jornalisticas nas redações dos jornais. Se houvessem vestígios de mensagens de doutrinação, marxismo ou incentivo ao terrorismo, tantos as matérias, como textos de novelas, filmes e ou programas de TV eram censurados, e desta forma, não se contaminava a sociedade com o lixo marxista ou as doutrinas de dominação.

Mesmo assim, os comunistas conseguiam driblar os agentes federais e não eram poucas as mensagens que burlavam a fraca fiscalização governamental. Muita doutrinação passava e se infiltrava na sociedade sem que os militares ou seus agentes percebessem. Olavo de Carvalho cansou de escrever matérias jornalísticas de duplo sentido sem que agentes da censura conseguissem decifrar o conteúdo ideológico. Não obstante, haviam dezenas de programas humorísticos com sátiras ao regime, inclusive jornais como o Paskim e programas humorísticos dirigidos por Jô Soares e Chico Anísio, de modo que a censura no Regime Militar não era tão rígida assim. Havia até muita liberdade e muita inocência. 

No Brasil daquela época, diversas manifestações populares ocorriam contra o regime e nada era impedido. A repressão que havia por parte da polícia militar só acontecia quando "gentinha da esquerda comunista revolucionária" se infiltravam nestas manifestações e davam tiros para o alto, gritavam palavras de ordem atirando pedras e coquetéis Molotov na polícia e promoviam o vandalismo. Era algo bem parecido com o que acontece hoje, quando o governo dos comunistas, enviam seus agentes terroristas, os Black Blocks para reprimir o povo ordeiro. Isso sempre foi uma arma da esquerda revolucionária para promover o anarquismo.

Hoje o governo civil comunista/socialista, imprime muito mais regulação e controle do Estado que o Regime Militar. Os governos atuais abusam de sua autoridade política, abusam do poder do Estado e muitas vezes usam a corrupção e a justiça aparelhada, como moeda de controle. Ultimamente o governo anda proibindo manifestações pacíficas contra ele mesmo e contra o atual regime. Para isso usam artifícios políticos como as tais "medidas provisórias". Estas medidas surgem da noite para o dia e vêm com uma série de multas inventadas e prisões arbitrárias. Mas para se coibir a corrupção ou se revogar a impunidade parlamentar essa escória não faz nada....

A manifestação dos caminhoneiros é um exemplo. Como o governo não tem moral e muito menos "governo", os jagunços do PT resolveram apelar para multas extorsivas que vão de R$ 5 mil à R$ 19 mil. Logicamente que a maioria dos caminhoneiros, já taxados por impostos extorsivos, pedágios aviltantes e multas abusivas, não irão se arriscar à serem multados, presos ou ter seus veículos apreendidos pela ditadura terrorista. Como se já não bastasse, gastam fortunas em manutenção de peças de caminhões que se quebram ou que se partem nas "excelentes" estradas esburacadas do governo federal, ou pagam multas por atraso de entrega das mercadorias, pois perdem dias e combustível, desviando de buracos, lombadas e asfaltos de péssima qualidade.

Para o pessoal que está acampado no Distrito Federal, o governo também colocou sua jagunçada para trabalhar. Políticos do PT fizeram ameaças de morte aos manifestantes. Já outros capangas de Dilma e Lula, os expulsaram do Congresso. A CASA que seria do POVO, hoje é na verdade, um grande quartel general da quadrilha de bandidos que se auto-denominam, donos do país. Os tais movimentos sociais, aqueles financiados com dinheiro do contribuinte, também foram chamados pelo governo para intimidar os poucos patriotas que estão lá em Brasília pedindo a cabeça de Dilma Rousseff e o fim do regime. 

Dilma aliada aos seus partidos de apoio, ordenou ainda que a Guarda Nacional cercasse Brasília e usasse da força para possíveis atividades contra o Estado corrupto. Para intimidar mais ainda os patriotas que lá estão, Dilma também chamou o exército e da mesma forma, orientou seus generais militares a usarem da força contra o povo, caso a manifestação, ameaçasse o seu governo. Mas para os radicais do MST que invadem propriedades, fecham estradas e saqueiam caminhões nas estradas o governo não faz nada. Também não faz nada quando o MST vai para Brasília armado com facões, foices, pedras e armas de fogo reivindicarem mais mesadas para sustentar seus vagabundos.

O Regime Militar existiu sobretudo em razão das inúmeras tentativas de facções terroristas financiadas por Cuba, Albânia, China, Coréia do Norte e União Soviética, de promulgarem um golpe de estado no país e na sequência, fundamentarem uma ditadura comunista no Brasil. A luta não era política e sim uma guerrilha criminosa orquestrada pela esquerda brasileira para "tomar" o poder do país. 

Essa esquerda que está no poder do país desde 1995, era a mesma esquerda revolucionária que nos anos 60, estavam à frente do PCB, da ALN, VAR-Palmares, MR-8, POLOP, Colina, VPR e outras facções terroristas. Dilma, José Dirceu, Carlos Minc e Fernando Gabeira treinaram guerrilha em Cuba. Todos eles planejavam a articulavam ações terroristas contra o regime. Acompanhados por José Serra, Aloysio Nunes, Franklin Martins, Fernando Pimentel e outros políticos que hoje estão no poder, essa turminha assaltava bancos, explodiam quartéis, participavam de sequestros, roubavam cargas e saqueavam armazéns militares. 

Brizola conspirava contra o país tentando invadir o Brasil pelo sul. Estava aliado com tropas cubanas cedidas por Fidel Castro. FHC, o "estadista" que é cultuado por uma classe predominante de "idiotas úteis", tramava, conspirava e doutrinava a esquerda revolucionária participando ativamente, mas de forma secreta, de reuniões com comunistas do PCB (partido comunista brasileiro). FHC por ser professor e um estudioso marxista, era uma das peças chaves de doutrinação de vários militantes que integravam as bases terroristas. Essa gente boa, não lutava pelo país, não lutava por liberdade e muito menos por democracia. Com as tentativas frustadas desta esquerda radical de recolocar Jango no poder, passaram então à lutar contra o regime estabelecido. Seus principais objetivos eram o poder e a implantação de uma ditadura comunista.

A "tal" ditadura militar brasileira só existia de fato para reprimir as facções terroristas e poderia facilmente se passar por ridícula se comparada com outras ditaduras. No Regime Militar houveram 121 mortes do lado de lá e 102 de cá. Dos 121 terroristas mortos em confronto com a polícia e com militares na guerrilha do Araguaia, dezenas deles foram mortos pelos próprios terroristas nos tais "justiçamentos". Se compararmos que a Rússia matou 20 milhões, China 65 milhões, Coréia do Norte 2 milhões, Cuba 120 mil, e que Alfonsin na Argentina matou mais de 10 mil e Pinochet no Chile, mais de 40 mil, chegamos a conclusão que o Regime Militar nem perseguiu muito essa bando de bandidos. 

Os militares foram tão benevolentes que permitiram que muitos deses bandidos se exilassem ou fugissem do país. Poderia te-los fuzilados por traição e crimes contra a Pátria, mas não, os deixaram ir sem qualquer tipo de vingança ou ódio. Os que morreram pelas mãos da polícia é porque estavam assaltando bancos, participando de atentados terroristas ou invadindo quartéis militares atrás de armas e munições de guerra. 

Na maioria dos confrontos com estes marginais, era a Polícia Militar ou a Civil que trocavam tiros e posteriormente, prendiam os canalhas. Muitas vezes, nem a polícia sabia que estava trocando tiros com terroristas revolucionários. Pensavam estarem trocando tiros com quadrilhas de bandidos comuns. Só depois de presos é que essa escória marginais se identificavam como militantes revolucionários. Sempre alegavam que estavam cometendo seus crimes porque estavam "lutando" pela liberdade do país. Todo bandido mente. Isso é um fato!

Esse é o tipo de democracia que eles tinham em mente. Matar, roubar e saquear. Além do dinheiro que já recebiam de países comunistas e que não era pouco, essa gente usava o pretexto de estarem lutando contra o regime para promoverem assaltos, tráfico e sequestros. Isso não era papel de gente que lutava pela democracia. Isso era papel de bandidos e de vagabundos. Por fora movimentam o tráfico de drogas e de armas e com isso levantam uma fortuna que servia sobretudo para bancar seus aparelhos comunistas, viagens ao exterior, treinamento de guerrilha, drogas e a vida fácil de vagabundos.

Hoje estamos vivendo em uma ditadura real, cercada de abusos e mentiras, cercada de corrupção, crimes e assassinatos. Milhares de pessoas morrem todos os dias no Brasil, vítimas do governo, vítimas da roubalheira, da impunidade e da ditadura da corrupção. Essa ditadura reprime, humilha e persegue. O povo ainda não se deu conta, assim como não "entendeu" que o "Novo Estado" de FHC, era na verdade um golpe na democracia e a instalação de um regime socialista no país. Esse é o mesmo povo que colocou os bandidos, os terroristas e os assassinos do passado no poder.

Reclamam dos crimes cometidos contra a pátria, reclamam dos roubos do erário público, reclamam da violência, reclamam da corrupção e queriam o quê,??? Colocaram o país nas mãos de bandidos!!! Bandido será sempre bandido e não há nada que mude isso. Já dizia meu avô, "pau que nasce torto, morre torto"...

Resta agora, a esperança que estes que "erraram" e que "caíram" nas armadilhas e mentiras de FHC, Lula e Dilma, possam sair de seus "estados de doutrinação e ignorância" e se façam acordar para a realidade, pois uma ditadura comunista radical e tirana está lá fora no controle do país e seus mentores, capangas e jagunços estão com suas armas apontadas para nós. O pior ainda está por vir, pois a vingança desses traidores da pátria e destes tiranos imbecis está só começando.

FONTES: http://folhacentrosul.com.br/post-politica/9347/dilma-abusa-do-poder-muda-lei-de-maneira-ditatorial-e-multa-de-ate-r-19-mil-ja-esta-valendo

http://pensabrasil.com/dilma-vai-ao-esgoto-e-chama-os-brasileiros-de-imorais-desonrados-e-pedaladores-vai-ficar-por-isso-mesmo/

http://www.averdadesufocada.com/index.php/textos-de-terceiros-site-34/1857-2104-dilma-roussef-e-as-organizaes-terrorista-nas-quais-militou-1-parte
http://www.diariodeourinhos.com.br/blog_post.asp?codblog=12&codArt=603

http://www.jornalopcao.com.br/reportagens/esquerda-ja-controla-o-conteudo-da-imprensa-e-quer-controlar-tambem-o-cofre-5788/


TEXTO E IMAGEM DE: POLITICAMENTE IRADO

AONDE ESTÃO OS EMPRESÁRIOS DESTE PAÍS???
ESTÃO MAMANDO NAS TETAS DO DINHEIRO DO BNDES?
APOIAM ESSA DITADURA?