segunda-feira, 16 de novembro de 2015

PT manipula fundos de pensão e governo controla 52,5% da Vale

Após a reestatização, a Vale passou a enfrentar a desvalorização do minério de ferro.


Sem alarde e utilizando de artifícios marotos, o governo retomou o controle da Cia Vale do Rio Doce, privatizada em 1997. Os fundos de pensão Previ (do Banco do Brasil), Funcef (Caixa) e Petros (Petrobras), além do BNDESpar, controlados pelo Planalto, somam agora 52,5% da mineradora. Isso garante ao governo proximidade dos negócios bilionários da Vale. Sem licitações, sem TCU e sem MPF por perto.
Para disfarçar os investimentos na Vale, os fundos criaram uma empresa, Litel, da qual a Previ tem 78,4% das ações.
Após retomada da empresa, uma das mais rentáveis do mundo, a Vale viu agravada a crise da desvalorização do minério de ferro.
Para assumir o controle da Vale, os fundos investiram mais do que a lei autoriza, e agora tentam “desenquadramento” para fugir da ilegalidade. O ministro Carlos Gabas (Previdência) pressiona a Previc, que fiscaliza fundos de pensão, a “buscar uma solução” para não puni-los.



"Em um governo petista nada é privado."[Fátima Lessa].
_______
"Quem diz que a "privatização" torna qualquer estatal mais eficiente, saiba que isso não vale para o Brasil! Aqui em Banânias, seja público ou privado, é vendido ao PT!
Privatizaram a Vale e venderam 52% das ações para os Fundos de Pensão do governo petralha! Aqui há sempre o "jeitinho brasileiro" de manipulação da realidade!"
***********
Não duvido que assim tenha resultado a privatização posteriormente reestatizada, e consequentemente também repleta de cabides companheiros.

Quem duvida que este tem sido o país dos "jeitinhos", E TUDO DENTRO DA "lei"?

Redemocratização - 30 anos.