quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Servidores do Judiciário, com aumento salarial vetado, advertem: "Renan, tua hora já vai chegar" Por Jorge Serrão


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

A guerra de todos contra todos, no gigantesco impasse institucional que caminha para uma ruptura no Brasil, promete momentos de muita tensão neste final de ano. Parlamentares formalmente suspeitos ou processados por crimes de corrupção (um terço ou até metade do Congresso) já podem se preparar para a retaliação do judiciário. Motivo conjuntural: o veto do legislativo ao reajuste dos servidores - incluindo os magistrados.

O Palhasso do Planalto comemorou a vitória apertadíssima, por apenas dois votos, para que fosse mantida a posição da Presidenta Dilma Rousseff, que já tinha rejeitado os reajustes médios de 56% (que poderiam chegar, em alguns casos, a 78,56%). Prevaleceu, sem muita convicção entre os deputados e senadores, a tese de que o aumento salarial no judiciário causaria um rombo de R$ 36,2 bilhões nas contas públicas. A partir de agora, deve falar mais alto a "sede de vingança".

Servidores do judiciário, injuriados na galeria do Congresso, já mandaram ontem um grito de recado: "Ô, Renan, pode esperar, a tua hora já vai chegar". Da mesma forma como já chegou para o presidente da Câmara, Eduardo Cunha... A "vingança" (para uns) ou "senso de justiça" (para outros) recairá sobre 132 parlamentares que votaram, abertamente, pela manutenção do veto. Mas pode ser que não haja perdão, também, para os 251 que apoiaram a derrubada (eram necessários 257). Os 11 que se abstiveram também ficam com o "filme queimado". 

O governo já tinha negociado com a cúpula do Judiciário um reajuste bem menor para os servidores. No Orçamento da União de 2016, previu o reajuste acordado de até 41,5% ao longo de quatro anos, em oito parcelas. O impacto na folha do Judiciário será de 23% do reajuste dado. Descontentes e insatisfeitos, os servidores insistem no reajuste de até 78,56% - que foi perdido. Eles não aceitam as perdas salariais impostas pelos 5,5% dados anualmente a todos os servidores da União.


Por tanta bronca, a hora de muita gente pode estar próxima de chegar...  

Faroeste Caboclo da Petrobras


Sensacional paródia da música de Renato Russo

Futuro perdido


Filme queimadaço


Corrupção colorida




FONTE: http://www.alertatotal.net/2015/11/servidores-do-judiciario-com-aumento.html