quarta-feira, 22 de abril de 2015

Dilma apanha por dar mais grana a partidos, enquanto cidadão paga R$ 13 trilhões em impostos em 10 anos por Alerta Total


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Dilma Rousseff, que acabou forçada a terceirizar sua Presidência, levou ontem muita bordoada de todos os lados, até da mídia dependente da verba governista, porque sancionou o orçamento federal triplicando a verba pública destinada aos partidos políticos. O salto em favor da politicagem foi de R$ 289,5 milhões para R$ 867 milhões. Dilma não poderia ter tomado decisão mais burra, justo no momento em que as ruas se rebelam. Nova manifestação gigante está agendada para 17 de maio...

Em Portugal, o Presidente Terceirizado, Michel Temer, teve até de advertir que "parte dessa verba que foi acrescida ao fundo partidário pode vir a ser contingenciada em face do ajuste econômico" do Joaquim Levy "Mão de Tesoura" (que só não funciona para os bancos - baixando os juros - e para reduzir ainda mais os altíssimos e absurdos 92 impostos, taxas, contribuições que somos obrigados a pagar para sustentar a máquina ineficiente, perdulária e corrupta).     

O desgoverno joga inteiramente na contramão do interesse da sociedade. Nos últimos 10 anos, sob gestão do PT, os brasileiros pagaram nada menos que R$ 12,878 trilhões em impostos, taxas e contribuições à União, estados e municípios. O número é revelado pelo Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), que completou uma década na segunda-feira (20). Só neste ano, o cidadão-eleitor-contribuinte já pagou R$ 587,1 bilhões em impostos até agora (manhã deste 22 de abril). Neste regime estatal capimunista, a arrecadação governamental cresce mais que economia...

Quer desgraça maior que ser assaltado a mão armada pelo Estado? É você ser obrigado a financiar a máquina que nos roubai, com o dinheiro que suamos para ganhar. Além de pagar impostos, empresários e trabalhadores vivem acuados pelo terror regulatório das ilegítimas "gestapos" que somos forçados, legalmente, a bancar. Lamentável é que as fiscalizações das receitas federal, estadual e municipal são pródigas em punir os honestos e acobertar os desonestos, até a hora que um escândalo estoura... Por isso, empresários e cidadãos precisam, urgentemente, de um judiciário que funcione eficazmente, no tempo certo, punindo, de forma exemplar, quem pratica extorsão contra pessoas e empresas.

O impostômetro marca que, nos últimos anos, a carga tributária aumentou. Saltou de 34,13% do PIB, em 2005, para 36,42%, em 2013. Para 2014, a ACSP estima que ela ficará menor que a de 2013, em cerca de 36%, em função da estagnação do PIB e das desonerações concedidas. No entanto, com o fim das desonerações e do ajuste fiscal, a entidade prevê que a carga tributária deverá ser maior neste 2015 de crise, carestia, inflação e desemprego e crescente bronca popular.
O Impostômetro considera todos os valores arrecadados pelas três esferas de governo a título de tributos: impostos, taxas e contribuições, incluindo as multas, juros e correção monetária. Para o levantamento das arrecadações federais a base de dados utilizada é a Receita Federal Brasil, Secretaria do Tesouro Nacional, Caixa Econômica Federal, Tribunal de Contas da União, e IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.
As receitas dos estados e do Distrito Federal são apuradas com base nos dados do CONFAZ – Conselho Nacional de Política Fazendária, das Secretarias Estaduais de Fazenda, Tribunais de Contas dos Estados e Secretaria do Tesouro Nacional do Ministério da Fazenda. As arrecadações municipais são obtidas através dos dados da Secretaria do Tesouro Nacional, dos municípios que divulgam seus números em atenção à Lei de Responsabilidade Fiscal, dos Tribunais de Contas dos Estados.
O Impostômetro pode ser conferido, on line, em: http://www.impostometro.com.br/
Os brasileiros não aguentam mais este modelo capimunista - que precisa ser mudado, urgentemente. Chega de "Estado Hobin Hood de araque" - pois rouba pobres, ricos e só locupleta a politicagem e os corruptos que comandam a máquina pública sem transparência e controle social legítimo. Basta!

O Senhor das Mesadas


Saudades do Tesoureiro?


Deixe a PF trabalhar




fonte: http://www.alertatotal.net/2015/04/dilma-apanha-por-dar-mais-grana.html?m=1