domingo, 21 de abril de 2013

A Amante Rainha da Corrupção no Reino du Cheff e da Dama de lata





Já esta mais que comprovado que o ex-presidente Lula tem um caso com a chefe de gabinete da Presidência da República em São Paulo, Rosemary Noronha.
Todos os políticos e empresários se referiam a ela como a “namorada de Lula”, mas nunca esporão em detalhes. Toda a viagem que a primeira Dama Marisa Letícia não comparecia Rosemary estava presente. No total fora 28 viagens. Rosemary era bem intima de Lula, pois nessas viagens ela era a única da delegação que entrava na cabine presidencial que era exclusiva do presidente, e lá ficavam horas apenas os dois, tornando mais suspeito a relação intima deles. Eles mantinham esse relacionamento a anos e já havia gerado ciúmes da primeira Dama Marisa Letícia.
Lula, e o seu “bando” tendo José Dirceu, José Genoino como executores, influenciaram a policia federal para que prendessem os integrantes da classe média.
O intuito de Lula e seus parceiros era prender desmoralizando-os e mostrando o cadáver emrede de TV. Os presos não tiveram direito a nada, foram presos sem ter como justificar a inocência ou qualquer outro direito. Como o regime militar de 1964, quando as pessoas eram tiradas de suas casas sem saber o porquê de estarem sendo presas.  Quase como um seqüestro.
Lula que nunca sabe nada foi indicado como o mandante de todo o esquema criminoso do mensalão.
As conversas não foram reveladas, mas a partir destes grampos nas mensagens de email foi descoberta a relação amorosa entre eles. Cerca de 130 conversas entre eles, algumas com assuntos pessoais e particulares, outras se tratando do trabalho e alguns assuntos que pudessem causar certo escândalo para o presidente Lula, mas que eram confidenciais.