terça-feira, 12 de janeiro de 2016

LULINHA NÃO É INTOCÁVEL! MINISTÉRIO DA JUSTIÇA “ENGOLE” PITO NA PF


Os jornalistas Gustavo Uribe e Gabriel Mascarenhas da Folha trazem uma informação nesta segunda, 11 de janeiro que desmoraliza, por completo, a atuação de José Eduardo Cardoso frente ao Ministério da Justiça. Tentando “agradar” Lula, bradou que a operação da Polícia Federal que “pedalou” a porta do apartamento de Luis Cláudio Lula da Silva teria sido ilegal e arbitrária, uma vez que foi realizada às 11 da noite. De forma constrangedora o MJ reconhece que a ação foi legal. Diz a Folha:
O Ministério da Justiça concluiu que não houve irregularidade na intimação de Luis Cláudio Lula da Silva, filho caçula do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para prestar depoimento em inquérito da Operação Zelotes.
Sob investigação da Polícia Federal, o empresário recebeu o documento às 23h, fora do horário de expediente, em sua residência em São Paulo. O horário em que foi feita a notificação gerou protesto do ex-presidente petista, que realizou no mesmo dia festa para comemorar seu aniversário de 70 anos.
A avaliação do Ministério da Justiça, que na época pediu esclarecimentos à Polícia Federal, é de que não houve excessos na intimação, uma vez que frequentemente elas são feitas à noite, finais de semanas ou feriados quando o prazo está próximo do fim.


fonte: http://cristalvox.com.br/2016/01/11/lulinha-nao-e-intocavel-ministerio-da-justica-engole-pito-na-pf/