quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

ROMBO PARA O POVO PAGAR: Mesmo tirando dinheiro do 'Minha Casa, Minha Vida', rombo no PAC é de R$ 15,7 bilhões

Tiraram R$ 10 bilhões do 'Minha Casa, Minha Vida', resolveram aumentar as prestações das casas, principalmente para as faixas de menor renda, fizeram o diabo enfim, tudo para tapar o buraco lunar no PAC, o qual tem milhares de obras paradas e a maioria delas mal e porcamente feitas.

***O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), assim como aconteceu com os investimentos da União, foi diretamente afetado pelo ajuste fiscal do ano passado. De 2014 para 2015, em valores constantes, o programa “perdeu” R$ 15,7 bilhões. A queda aconteceu mesmo com o Minha Casa, Minha Vida tendo ajudado com R$ 10,5 bilhões no final do ano.
É importante ressaltar que as aplicações do PAC incluem investimentos, outras despesas correntes e inversões financeiras.
Os valores aplicados no chamado “PAC Orçamentário” (passível de monitoramento no Orçamento Geral da União), passaram de R$ 62,9 bilhões em 2014 para R$ 47,3 bilhões no ano passado. Em se considerando os valores constantes, a retração foi de aproximadamente 25%.
A retração do PAC só não foi maior, como aconteceu com os investimentos globais da União, em decorrência sobretudo de repasses que totalizaram R$ 10,5 bilhões da União à CEF, ocorridos nos dias 28 e 29 de dezembro de 2015, provavelmente para quitar as pedaladas. O repasse para a CEF ocorreu no programa “Moradia Digna”, nome orçamentário do Minha Casa Minha Vida. ***(Com informações do Contas Abertas)

FONTE: http://folhacentrosul.com.br/brasil/9903/mesmo-tirando-dinheiro-do-minha-casa-minha-vida-rombo-no-pac-e-de-r-15-7-bilhoes