quinta-feira, 7 de maio de 2015

Campanha publicitária milionária sobre ajuste fiscal mostra que o desgoverno Dilma só sabe gastar

Campanha publicitária milionária sobre ajuste fiscal mostra que o desgoverno Dilma só sabe gastar

dinheiro_119Queimando dinheiro – O governo federal está gastando o suado dinheiro do contribuinte com a campanha publicitária “Ajustar para avançar”, que vem sendo veiculada pelos meios de comunicação como forma de convencer a opinião pública sobre os benefícios do ajuste fiscal. Ou seja, Dilma Rousseff promoveu o desmonte da economia brasileira ao longo de quatro anos, mas agora quer emplacar um plano de ajuste fiscal que penalizará o cidadão por muito tempo. E para que o objetivo do governo seja alcançado o brasileiro mais uma vez arcará com a conta.
Por conta de mais essa gastança com chancela estelar do governo petista, o líder do PPS na Câmara dos Deputados, Rubens Bueno (PR), protocolou pedido de informações na Casa porque considera “de extremo contrassenso que se gastem milhões de reais em propaganda mentirosa, num momento em que o governo impõe aos trabalhadores perdas de direitos trabalhistas para pagar a conta do ajuste fiscal”.
O requerimento é direcionado ao ministro da Secretaria de Comunicação Social, Edinho Silva, mais um integrante do seleto grupo de palacianos incompetentes que empurram o Brasil na vala da crise. Bueno enumerou as informações que deseja que sejam enviadas à Câmara, dentre elas uma planilha com os gastos com a elaboração campanha, os valores pagos pela produção e veiculação das peças e agências de publicidade envolvidas no empreendimento.
“As peças publicitárias trazem informações inverídicas, que têm o objetivo de distorcer os fatos e tentar resguardar o governo do desgaste de editar medidas provisórias que trazem prejuízos aos trabalhadores. Será que além de perder direitos eles terão de pagar a conta dessa campanha? Isso é um absurdo!”, disse Rubens Bueno.
O líder foi um dos mais veementes críticos das medidas provisórias do ajuste (MPs 664 e 665). O parlamentar diz que é “inadmissível” que o governo engane os brasileiros com o dinheiro do contribuinte, afirmando, na campanha publicitária, que está cortando gastos para colaborar com o ajuste.
“Os 39 ministérios continuam intactos, os milhares de cargos comissionados também. Aliás, com certeza aumentaram em muito para que fosse conseguido apoio para aprovar as MPs. Na verdade, o governo não ofereceu nenhuma contrapartida ao sacrifício imposto ao trabalhador”, protestou.
Para o deputado paranaense, a própria produção da campanha e sua veiculação nos meios de comunicação demonstram que o Palácio do Planalto não está preocupado em diminuir despesas.
“O fato é que o governo do Partido dos Trabalhadores, que fechou questão a favor das medidas que diminuem o seguro-desemprego, que acabam com o seguro-defeso, com a pensão das viúvas, dentre outras mudanças desastrosas para o mundo do trabalho, está mentindo descaradamente para tentar minimizar o desgaste por impor ao trabalhador a conta pelo descontrole dos gastos públicos”.


FONTE: http://ucho.info/campanha-publicitaria-milionaria-sobre-ajuste-fiscal-mostra-que-o-desgoverno-dilma-so-sabe-gastar