quarta-feira, 27 de maio de 2015

Em desespero, Andres Sanches (PT) delata presidente Dilma Rousseff e escancara doação do petrolão


andres e dilma
Após o julgamento do TRE-SP que reprovou, por unanimidade (sete a zero) suas contas de campanha, dando início, com apenas cinco meses de exercício, ao epílogo de sua carreira política, o Deputado Federal Andres Sanches entrou em desespero.
Passou horas sem atender amigos, imprensa e demais servidores.
No início da noite, porém, ao vir a público por intermédio de Nota Oficial, certamente escrita pelo advogado João de Oliveira, um porta de cadeia bancado pelo povo, com cargo em seu gabinete, Sanches (que assinou a manifestação) atirou no próprio pé, e também no coração (valente?) do PT.
O ex-presidente do Corinthians, em delação nada premiada, semelhante à de batedores de carteira pegos com a boca na botija, disse que a presidente Dilma Rousseff (PT), que tinha como tesoureiro de campanha o ministro Edinho Silva (PT), ajudou a mascarar doação da UTC Engenharia a seu comitê, em 01/10/2014, com cheque assinado pela direção do PT.
Vale lembrar que o dono da UTC, Ricardo Pessoa, é simplesmente o chefe do esquema de construtoras responsável pelo Petrolão, ou pagamento de propinas a diretores da Petrobrás e também aos políticos que dão sustentação ao Governo.
Pessoa declarou, recentemente, que as “doações” eleitorais de sua empresa eram disfarces para pagamentos de propina.
Nos dias 07 e 11 de novembro de 2014, o Blog do Paulinho revelou a doação de R$ 100 mil da UTC ao candidato Andres Sanches (PT):
À ocasião, na prestação de contas de Sanches (1ª parcial), Sanches chegou a discriminar a referida entrada de recursos (R$ 100 mil) como da UTC Engenharia (origem da informação deste jornalista), mas, após a repercussão negativa, retificou o nome do doador para “Dilma Vana Rousseff” (pessoa física).
andres doação 5
andres doação 6
Agora, flagrado em delito pelo TRE-SP (não apenas este, mas outros diversos, que serão investigados pelo MPF), o parlamentar decidiu jogar a culpa no PT:
“(…) foi emitido o competente recibo eleitoral como determina a lei, sendo o mesmo, assinado pelo partido PT, momento em que o partido declarou como doadora originária a candidata Dilma Presidente.”
Sanches disse ainda:
“(…) por meio de declaração feita em papel timbrado do partido –PT, o Administrator Financeiro – Antônio dos Santos (tesoureiro do partido), retificou o doador originário de Dilma Presidente para a empresa UTC Engenharia”
O leitor, há tempos, vem sendo avisado das manobras realizadas pela campanha de Andres Sanches (PT) e o Ministro Edinho Silva (PT) (parceiro que o deputado tenta poupar na Nota Oficial), tesoureiro de campanha da presidente Dilma Rousseff (PT), dificilmente sem consentimento, e conhecimento, da própria e também do partido.
Para livrar a própria pele, o ex-mandatário do Parque São Jorge jogou o PT, a presidente e demais nomes importantes do partido (como o presidente da legenda, Emidio Souza, que assina o cheque que tentou ocultar a UTC) na fogueira do Petrolão.
CARTA DO PT DIZENDO QUE A DOAÇÃO DE R$ 100 MIL NÃO ERA DE DILMA ROUSSEFF E SIM DA UTC ENGENHARIA
andrespinoquio
Junto com a Nota Oficial, divulgada ontem, o Deputado Federal Andres Sanches (PT) publicou carta do PT, supostamente datada de 05 de dezembro de 2014, dando conta de uma retificação:
“Onde lê-se doador originário “Dilma Presidente”, leia-se “UTC Engenharia”.
É estranho, porém, conforme comprovam as datas das matérias do Blog do Paulinho, um mês antes do documento assinado pelo administrador financeiro do PT, que Sanches já discriminava UTC Engenharia em sua prestação de contas, e, em sentido inverso ao que teria retificado o partido, trocou a construtora pela pessoa física “Dilma Vana Rousseff”, não pelo comitê “Dilma Presidente”, como diz ter feito no comunicado.
Fato é que, conforme demonstramos acima, e republicamos abaixo, é o nome da Presidente da República que consta como doadora de R$ 100 mil ao ex-presidente do Corinthians, ainda hoje, mais de cinco meses após a suposta ‘retificação” do partido.
andres doação 5
andres doação 6
andres doação 1
A ESTRANHA “VIA DO DOADOR” EM NOME DA PRESIDENTE DA REPÚBLICA COM RECIBO ASSINADO POR TADEO SANCHEZ OLLER, EX-PRESO POR NARCOTRÁFICO PARA OCULTAR DOAÇÃO DE OPERADORA DO “PETROLÃO”
tadeo sanchez oller lulaTadeo preso falsidade vadiagem
Andres Sanches (PT) publicou recibo de doação de R$ 100 mil em nome da Presidente da República, Dilma Rousseff (estranhamente a “via do doador”, não a do beneficiado), assinado por Tadeo Sanchez Oller, um de seus parentes, tratado em investigações do MPF como “golpista”, que foi preso, nos anos 80, pelo crime de narcotráfico, mas fugiu à Europa, onde permaneceu por duas décadas, bancado pelo PT e com visitas frequentes do ex-presidente Lula (foto).
O documento, se comprovados os fatos delatados pelo parlamentar, serve para comprovar a tentativa de ocultação da “doação” da UTC Engenharia.
andres doação 2
Abaixo, cópia de cheque do PT, assinado pelo presidente da legenda, Emidio Sousa, no valor de R$ 100 mil.
andres doação 4
ÍNTEGRA DA DECLARAÇÃO DE ANDRES SANCHES (PT) AO PÚBLICO E A IMPRENSA
andres bobo 2
Hoje o Tribunal Regional Eleitoral do Estado de São Paulo em julgamento realizado desaprovou minhas contas de campanha, por entender ao nosso ver equivocadamente, de que eu teria recebido doação de origem não identificada na campanha eleitoral. A relatora do processo a Desembargadora Diva Malerbi, mencionou no Acórdão que não restou identificado o doador originário da doação que recebi.
Sobre isso, temos a esclarecer que:
a) Tratou-se de uma doação realizada pelo Comitê Financeiro Estadual do PT, feita por meio de cheque nominal a minha campanha eleitoral, no valor de R$ 100.000,00 (cem mil reais), disponibilizo nesse momento a cópia do cheque para conhecimento público;
b) Referido cheque, foi depositado em minha conta de campanha eleitoral, disponibilizo também o depósito para conhecimento;
c) Quando da doação realizada pelo Comitê Financeiro Estadual do PT a minha campanha eleitoral na data de 01/10/14, foi emitido o competente recibo eleitoral como determina a lei, sendo o mesmo, assinado pelo partido PT, momento em que o partido declarou como doadora originária a candidata Dilma Presidente, documento que disponibilizo também para conhecimento;
d) Posteriormente na data de 05/12/14 por meio de declaração feita em papel timbrado do partido –PT, o Administrator Financeiro – Antônio dos Santos (tesoureiro do partido), retificou o doador originário de Dilma Presidente para a empresa UTC Engenharia(que não está dentre àquelas empresas vedadas pela legislação eleitoral a fazer doação), conforme declaração que ora disponibilizo para conhecimento;
Referidos documentos são de natureza pública e estão disponíveis para verificação nos autos do processo sob nº 5738.49.2014.6.26.0000, às fls., 771, 772 e 773.
Comunico que vamos recorrer no próprio Tribunal Regional Eleitoral do Estado de São Paulo da decisão proferida, por meio de Embargos de Declaração, pois a relatora do processo diz que não há no processo prova do origem da doação realizada a minha campanha, coisa que discordo, diante da farta documentação apresentada o que caracteriza contradição no julgado do Acórdão, confiando na reversão do julgado para aprovação das contas de campanha, porém, se isso não for o suficiente para tal, vamos recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral em Brasília.
Andrés Sanchez.

fonte: https://blogdopaulinho.wordpress.com/2015/05/22/em-desespero-andres-sanches-pt-delata-presidente-dilma-rousseff-e-escancara-doacao-do-petrolao/