quarta-feira, 24 de junho de 2015

Chega de Impostos: Aumento de Impostos não!! Reduzam seus salários seu criminosos no poder. Reduzam os juros.

Não ao aumento de impostos, não ao aumento de juros

Avanço da inflação, rendimento real dos trabalhadores em baixa, restrições ao crédito. Todos estes ingredientes têm minado a confiança dos brasileiros e resultaram numa freada no consumo, que agora está cada vez mais seletivo.

Esse ciclo está afetando as micro e pequenas empresas, que abastecem majoritariamente o mercado interno e geram 70% dos novos postos de trabalho. De janeiro a abril/15, tiveram queda no faturamento real de 13% em relação ao primeiro quadrimestre de 2014, segundo dados do Sebrae-SP.
Na visão dos pequenos empresários, não há, lamentavelmente, perspectiva de melhoria a curto e médio prazos. Em maio deste ano, 40% acreditavam que a economia brasileira não se estabilizaria nos próximos seis meses.

Trata-se de um quadro complicado, mas não impossível de ser revertido. O setor produtivo brasileiro tem energia para reagir, continuar produzindo, gerando postos de trabalho e divisas, movendo o Brasil. E vai fazê-lo. Mas já dá sinais bem claros de que não manterá a velocidade necessária, por conta de todos esses empecilhos.
Por isso, meu comprometimento com a causa do ‘Não ao aumento de impostos, Não ao aumento de juros’. Hoje, o excesso de impostos e os juros altos constituem as principais amarras, que levam a decisões como a inibição de investimentos, corte de pessoal ocupado e até o encerramento das atividades.

O problema do Brasil não é aumentar receitas, é reduzir despesas. É hora de o governo entrar em campo para promover um ambiente que propicie a melhoria da competitividade de nossas micro, pequenas, médias e grandes empresas. Como? Cortando os gastos públicos que consomem boa parte dos R$ 1,8 trilhão que são arrecadados em impostos por ano.
Colaboramos, e vamos continuar colaborando, com o Brasil desenvolvido, sustentável, virtuoso, por meio de trabalho árduo, e não com o aumento de impostos. Disso não abrimos mão, porque o Brasil é maior que isto.

Paulo Skaf
Presidente
SEBRAE-SP


fonte: http://www.sebraesp.com.br/index.php/42-noticias/empreendedorismo/16446-nao-ao-aumento-de-impostos-nao-ao-aumento-de-juros