sexta-feira, 26 de junho de 2015

GOLPE DO LULA/PT: HABEAS CORPUS SOLICITADO POR PETISTA, PETRALHA PODE SER MAIS UMA FARSA DO PT, USANDO MILITONTOS. É PRECISO INVESTIGAR SIM.

Esse caso do petista de campinas que ingressou com Habeas Corpus para o Lula não ser preso, não cheira bem, é bem provável ser mais um golpe do PT usando seus mavs militontos e idiotas úteis para tentar salvar a pele do dono do PT e  chefe corrupção até o momento ileso. Leiam abaixo que o sujeito é  defensor de criminosos corruPTos, resumindo grosseiramente ele tenta abrir caminho com Habeas Corpus preventivo a mando de alguém
para que os advogados do réu tente encontrar  brechas que o relator possa deixar ao recusar o pedido insano.



DESEMBARGADOR CRITICA 'AVENTURA JURÍDICA' E ARQUIVA HABEAS CORPUS EM NOME DE LULA. TAMBÉM PEDE AO MP QUE INVESTIGUE O CASO.

O desembargador federal João Pedro Gebran Neto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre, arquivou na tarde desta quinta-feira um pedido de habeas corpus preventivo em favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, apresentado para que o petista não fosse preso por causa das investigações da Operação Lava Jato. O recurso foi assinado por Maurício Ramos Thomaz, cidadão que, ao longo do julgamento do mensalão, publicou carta aberta em favor dos réus cujos casos eram analisados pelo Supremo Tribunal Federal (STF).
Ao negar o HC, Gebran Neto disse que Ramos Thomaz praticou uma "aventura jurídica" ao apresentar o recurso à Justiça e pediu que o Ministério Público investigue o caso, já que o autor do recurso atacou diversas autoridades no que o magistrado considera um "linguagem imprópria, vulgar e chula". Apenas em relação ao juiz Sergio Moro, que conduz os processos da Lava Jato em Curitiba, Ramos Thomaz disse que o juiz do caso seria "moralmente deficiente" e teria postura "hitleriana". 
O tumulto com a notícia do habeas corpus em favor do ex-presidente levou o desembargador a decretar segredo de justiça para o caso por 48 horas, já que o endereço eletrônico do tribunal ficou instável pelo elevado número de acessos. 
 'Consultor' Maurício Ramos Thomaz/Facebook
No início do mês, Gebran Neto já havia negado pedido de liberdade apresentado também por Ramos Thomaz em nome do ex-diretor da Área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró. Maurício Ramos Thomaz é recorrente em pedir habeas corpus em casos de repercussão midiática. No auge do escândalo do mensalão, ele atacou o então ministro do Supremo Joaquim Barbosa ao apresentar pedidos em favor de Simone Vasconcelos, ex-funcionária do operador Marcos Valério, da banqueira Kátia Rabello e do ex-dirigente do Banco Rural Vinicius Samarane. (Laryssa Borges, de Curitiba) - Do site da revista Veja








fonte: http://aluizioamorim.blogspot.com.br/2015/06/desembargador-critica-aventura.html

Luiz Inácio Lula da Silva [Reprodução]O homem que ingressou com o pedido de Habeas Corpus preventivo em favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é Maurício Ramos Thomaz, o mesmo que já ingressou com 145 HCs no Supremo Tribunal Federal em favor de terceiros, normalmente à revelia — sem que os "beneficiados" pelas peças tenham feito qualquer pedido. 
O HC em favor de Lula foi impetrado nessa quarta-feira (24/6), sem que o ex-presidente tivesse solicitado. O objetivo seria impedir uma prisão preventiva do petista na operação "lava jato", que investiga um esquema de corrupção na Petrobras.
Somente na Ação Penal 470, o processo do mensalão, Thomaz impetrou HC em favor Kátia Rabello; Cristiano Paz; Marcos Valério; Roberto Jefferson; Simone Vasconcelos; e Vinícius Samarane. Além disso, o cidadão também já entrou com um Habeas Corpus em favor de Diogo Mainardi, quando ainda era colunista da revista Veja, em uma ação por injúria e difamação pelo blogueiro Paulo Henrique Amorim.
Não são apenas HCs que estão na lista de ações de Maurício Thomaz. Entre suas 150 ações no STF está também o pedido de impeachment de diversos ministros do Supremo, por conta do julgamento do mensalão.
O Instituto Lula afirma que o Habeas Corpus não foi feito a pedido do ex-presidente. Os advogados de Lula, do Teixeira, Martins Advogados, afirmaram à revista Consultor Jurídico que vão pedir na Justiça que o HC impetrado por Thomaz não seja conhecido, uma vez que o ex-presidente tem advogados constituídos, a quem cabe definir quais são as estratégias jurídicas adequadas para sua eventual defesa.
Pela legislação brasileira, qualquer pessoa pode entrar com um pedido de Habeas Corpus, inclusive sem intermédio de advogados. No entanto, o advogado Conrado Almeida Corrêa Gontijo, do Corrêa Gontijo Advogados, explica que, "se o paciente que for beneficiado entender que o HC não deve ser apreciado, ele pode se opor".
O juiz Sergio Fernando Moro, que conduz os processos ligados à operação "lava lato" no Paraná, divulgou nota informando que não há na 13ª Vara Federal de Curitiba nenhuma investigação em curso relacionada diretamente ao ex-presidente Lula. O texto diz que o esclarecimento é necessário "a fim de afastar polêmicas desnecessárias".
HC 5023661-46.2015.4.04.0000
Clique aqui para ler o pedido de HC.
* Texto atualizado às 14h45 do dia 25/6/2015 para acréscimo de informação.


fonte: http://www.conjur.com.br/2015-jun-25/autor-hc-favor-lula-150-acoes-stf
          http://s.conjur.com.br/dl/hc-lula-mauricio-thomaz.pdf