quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Delator do Petrolão diz que recebia R$ 100 mil de mesada para calar a boca

Indicado por Dirceu, Fernando Moura deixou o país durante o estouro do Mensalão.

E quem indiretamente pagava era a própria estatal, ou seja, o cidadão brasileiro. A quantia era repassada no exterior com ajuda de fornecedores da Petrobras. Envolvido no Petrolão por José Dirceu, Fernando Moura conta que chegou a deixar o país durante o Mensalão ao seguir dica – “cai fora” – do ex-ministro da Casa Civil de Lula. Desde então, foram pagamentos mensais de R$ 100 mil para não contar o que sabia. Entre 2010 e 2012, no entanto, a quantia caiu para R$ 60 mil.



fonte: http://www.implicante.org/noticias/delator-do-petrolao-diz-que-recebia-r-100-mil-de-mesada-para-calar-a-boca/