quinta-feira, 17 de setembro de 2015

PICARETAS!!! CPMF = Cidadão Paga Maracutaias Federais: O Brasil tem de ser intransigente com Dilma, Lula e PT

CPMF = Cidadão Paga Maracutaias Federais



Notas e tuitadas infladas:
 Estadão: Lula não desestimula representantes de movimentos sociais a fazerem críticas à política econômica de Dilma Rousseff nem a apresentarem suas demandas, mas diz que a ameaça de impeachment deve ser tratada de forma distinta por se tratar de uma “questão da democracia”.
Relembro a “questão da democracia” de Lula: (ENSINA COMO TIRAR A DILMA POR IMPEACHMENT)
video


– “Se perder, acabou tudo”, disse um petista à Folha sobre votação da manutenção dos vetos a itens da pauta-bomba na próxima semana. Dilma assumiu a articulação e quer persuadir um por um no Senado. Bateu o desespero.
– Folha: Bancada do PMDB na Câmara quer ganhar pasta de peso a indicado dos deputados para afastar ideia de impeachment. Uma foto para essa gente:


– Propaganda do PMDB diz que Brasil é maior que qualquer governo, mas sua bancada quer se vender ao desgoverno Dilma por uma pasta de peso. Vigarices.
– Lula sobre o pacote fiscal de Dilma, segundo o Estadão: “A sociedade esperava que o governo tomasse uma atitude ousada. Desta vez não se pode acusar o governo de omissão”. Mas Dilma omissa é uma poeta.
– Estadão: “Dilma aceita reduzir cortes [no reajuste dos servidores] para obter apoio a pacote”. Não. Dilma fez pacote absurdo para depois ceder um pouquinho e bocós aceitarem.
– Dilma é a mulher “vai que cola” sapiens. Faz o diabo para não cortar na carne e quer um Congresso a favor. Não pode colar.
– Globo: Renan diz que há “resistência histórica” no Congresso a criação de imposto. Resistência é pouco. Brasil precisa de intransigência com Dilma. Veja o que ela dizia sobre a CPMF (Cidadão Paga Maracutais Federais) que agora quer ressuscitar:

video


– O governador Luiz Fernando Pezão, aliado de Dilma, defende alíquota de 0,38% desde que CPMF seja dividida com estados e municípios. Quer meter o mãozão no nosso bolso.
– “Não estou disposto a levar minha bancada para o precipício nesse debate”, disse o líder do PR, deputado Maurício Quintella (AL), resumindo a debandada da base do governo na questão da volta da CPMF.

– Eduardo Cunha: “A CPMF é insuportável. Vai causar problema para a economia, já que tem impacto não só na inflação, mas no conjunto de preços. Ela entra em toda cadeia produtiva simultaneamente, em cascata. Então, ela realmente é perniciosa”. Traduzindo: não passará.

– Joaquim Levy: “A CPMF é um imposto pequenininho”. Levy é um ministro pequenininho que ignora todos os demais impostos que o cidadão já paga.

– Dilma (Santana): “Brasil é maior que sua nota.” Dilma mal tem 7% de popularidade e ainda fala em nome do Brasil para se defender. Patética.

– Dilma (Santana): “Usar crise para chegar ao poder é versão moderna de golpe”. Golpe moderno é maquiar crise com crimes fiscais para ficar no poder.

– Gilmar Mendes, do STF, foi certeiro em seu voto contra a proibição de doações de empresas para candidatos e partidos políticos: “A vedação das contribuições de empresas privadas asfixiaria os partidos que não se beneficiaram do esquema criminoso revelado pela Operação Lava Jato, tornando virtualmente impossível a alternância de poder.” É exatamente por isto que o PT quer a proibição. E ainda chama os outros de golpistas.
– Dilma indicou Nelson Jobim para acompanhar as eleições da Venezuela. É como indicar Dias Toffoli para acompanhar as eleições do Brasil.

– Capa de O Dia: “Olimpíada abre 90 mil empregos no Rio”. Relembro: só em julho, o Brasil de Dilma fechou 158 mil vagas. Nem a Olimpíada salva.

– O ministro Teori “Da Conspiração” Zavascki, do STF, negou pedido da Justiça Eleitoral para compartilhar com ação de cassação de Dilma provas produzidas pelo delator Ricardo Pessoa. Transparência zero.

– O ministro José Eduardo Cardozo determinou – aham – à Policia Federal – sei – que investigue – tá bom – o caso das ameaças ao relator das pedaladas fiscais de Dilma, Augusto Nardes. Posso imaginar o quão seguro Nardes está se sentindo agora.
– Após a notícia de que o Facebook vai criar o botão “não curti”, aposto que o exército virtual petista prepara a tropa de “não curtidores”.


Felipe Moura Brasil 

fonte: http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil/2015/09/17/o-brasil-tem-de-ser-intransigente-com-dilma-lula-e-pt/