quinta-feira, 24 de julho de 2014

A CORRUPÇÃO,O AVANÇO COMUNISTA NO BRASIL, A FARSA DA REFORMA POLITICA E O COMUNISMO MUNDIAL - EM MEMES














Foto: Os vândalos são financiados por sindicatos e partidos socialistas e defendidos pela OAB. Estas são as maiores quadrilhas do país! Leiam a matéria: http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/policia-detecta-indicios-de-que-sindicatos-financiaram-black-blocs
Foto: $PROF$

Todos os socialistas, quando tomam o poder ou o adquirem “democraticamente”, extinguem ou neutralizam o exército regular e criam um “exército nacional”. Isto foi feito em Cuba, URSS, Venezuela, Camboja, China e o próximo é o Brasil. O objetivo do Partido dos Trabalhadores é transferir o comando das Polícias Militares dos Estados para a União (executivo) e transformá-las em uma guarda nacional... Popular!
O nacional socialismo tinha Schutzstaffel, mais conhecida como a SS, que antes da chegada ao poder era uma espécie de milícia paramilitar. Ao longo dos anos, se tornou um exército independente e no ápice de sua existência, absorveu a Gestapo (a polícia secreta nazista), a Reichssicherheitshauptamt (órgão que controlava as polícias), o Sicherheitsdienst (SD - o serviço de inteligência) e o Einsatzgruppen (grupo que tinha como objetivo exterminar grupos étnicos minoritários). No ano de 1941 a SS passou a comandar os campos de concentração.
A URSS tinha o exército vermelho ou exército vermelho dos operários e dos camponeses (seu nome completo)n em russo: Рабоче-Крестьянская Красная Армия - Rabotche-Krest'yánskaya Krásnaya Ármiya, nasceu durante a guerra civil russa sendo criado em 28 de janeiro de 1918 integrado por voluntários camponeses e operários comunistas no início e ao longo dos anos pelo serviço obrigatório.
Ao longo dos anos, a polícia secreta soviética, o KGB, mudou de nomes. O KGB surgiu no período da Guerra Fria, com o colapso do então serviço secreto NKVD, que tinha origens antes da Revolução de 1917, quando Félix Dzerzhinski fundou o grupo paramilitar denominado Tcheka — a instituição que seria a matriz de todos os serviços secretos da URSS. Semelhante a SS e Gestapo, o KGB era uma polícia secreta e política que dispunha de soldados, blindados, caças e barcos, constituindo uma organização militar totalmente independente das Forças Armadas.
Era dividida em direções gerais e subdireções; a primeira direção subdividia-se em: a dos ilegais (agentes que viviam no estrangeiro sob uma falsa identidade); a subdireção cientifica e técnica; serviço de contra-espionagem; serviço de ação e um serviço dos negócios sujos (assassinatos, atentados, sequestros, bombas). A segunda e terceira direcções-gerais estão encarregadas da informação, vigilância e da repressão interna, a quarta são os guardas da fronteira e a quinta, das escolas, que são muitas e variadas.
Como denunciado no documentário “The soviet story”, os nazistas aprenderam o aparato estatal com os soviéticos. Esta organização militar, paramilitar e policial, deixa isto em evidência.







Foto: O difícil vai ser ter estômago para ouvir tanta mentira!!!