segunda-feira, 21 de julho de 2014

BRASIL PAGA PORTO CUBANO, MAS NÃO LEVA - Cuba leiloa com EUA e Rússia porto erguido pelo Brasil


putin
Fonte: fotospublicas.com
Uma nova Guerra Fria, em novo contexto. É o que se depreende do episódio.
O governo do Brasil fez papel de bobo no Caribe, com o ‘aliado’ governo cubano. Bancou, via BNDES, e inclusive com R$ 240 milhões a fundo perdido, a construção do Porto de Mariel, com a esperada reabertura comercial e fim do embargo americano ao País de Fidel.
Mas quem vai faturar bonito são Estados Unidos e Rússia. Depois de os EUAfazerem oferta pela operação da área, agora foi o presidente russo, Vladimir Putin, quem avisou a Raúl Castro que pretende a área. Para isso, Putin perdoou dívida de US$ 35 bilhões dos cubanos. A revelação é do jornalista Marcelo Rech, de Brasília, editor do site InfoRel
As negociações para o perdão da dívida duraram 20 anos. Putin ainda avisou aos Castro que vai reinvestir em US$ 2,6 bilhões em Cuba – principalmente direcionados a Mariel. Putin correu para Cuba um mês depois de os americanos fazerem a oferta de operação do porto. Recomeçou, assim, uma nova ‘guerra fria’ entre EUA e Rússia.
CADÊ?
A presidente Dilma investe no discurso de que mais de 300 empresas brasileiras vão ser beneficiadas com o porto de Mariel, mas não há lista e ninguém sabe quais são.
COISAS DO BRASIL 
Mal controla a atual, e o governo vai construir a segunda ponte entre Brasil e Paraguai, com início da obra previsto para 2015 e conclusão em 2017. Mas não tem agentes da Receita e da Polícia Federal para os postos de fronteira numa das cabeceiras. O mesmo ocorre na ponte em Oiapóque (AP) para cidadezinha da Guiana Francesa.
MICO INTERNACIONAL
Em Oiapóque, o lado brasileiro ficou inconcluso por falta de agentes e alfândega. A presidente Dilma pagou um mico internacional. No início do ano, o presidente francês François Hollande, que visitaria o País vizinho, disse a uma rádio da Guiana que não poderia inaugurar a obra porque o Brasil não fez a sua parte.
ÚLTIMA CHANCE?
Um exemplo claro de que nas próximas eleições presidenciais será um Deus nos acuda com a decisão do STF de barrar financiamento de empresas para comitês: O gasto dos três principais candidatos a presidente da República vai beirar R$ 1 bilhão de reais. Imagine se o STF determinasse a proibição de financiamento para este ano.
ALIADO É.. ALIADO 
O prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), quando foi candidato em 2012, criticou a propaganda eleitoral nas ruas da Capital em cavaletes e santinhos. Hoje, apoiando Paulo Câmara (PSB) ao governo, mantém silêncio de aliado e não fala sobe a poluição visual.
OCCUPY JK
O povo sofreu com greve da maioria de empresas de ônibus ontem em Brasília, mas não faltou transporte para a turma dos BRICS. Desde terça, o pátio do Aeroporto JK está lotado de jatos Gulfstream e Challenger, de autonomia internacional. São dos empresários estrangeiros que vieram a reboque dos presidentes que eles bancam. Com a lotação do pátio no Terminal 2 do JK, mal sobra espaço para o embarque e desembarque dos aviões da AZUL.
PONTO FINAL
Fã de natação, que pratica, Putin está nadando de braçadas no mar do Caribe.