quinta-feira, 17 de julho de 2014

Dilma ligar para Dirceu??? Militares se revoltam com telefonema de Dilma para Dirceu – “preso” suspeito de usar jatinho


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

O Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República não sabe como administrar o mal estar interno causado pela revelação, ainda circunscrita ao fechado meio militar, de que a Presidenta Dilma Rousseff fez pelo menos um telefonema de “consulta pessoal sobre questões políticas de campanha” a José Dirceu de Oliveira e Silva. Não se sabe se o contato de Dilma com Dirceu aconteceu quando ele estava “hospedado” no Centro de Progressão Penitenciária do Distrito Federal ou quando o petista atuava no escritório do advogado José Gerardo Grossi, no setor bancário Sul de Brasília. Generais irados comentam, no silêncio obsequioso da caserna, tal episódio.

A Vara de Execuções Penais, no Distrito Federal, também pode ser acionada para investigar a denúncia (ainda não confirmada oficialmente) de que o reeducando José Dirceu, condenado a prisão em regime semiaberto, fez uma recente viajem a São Paulo, em jatinho fretado, durante o horário em que deveria estar prestando serviços, durante o dia, como “organizador da biblioteca” de um escritório de advocacia. Se for confirmado, o incidente desmoraliza o cumprimento de pena com a regalia legal. Dirceu passou 230 dias preso em regime fechado.

Além do cerco ao eterno líder Dirceu, a petralhada se prepara para aguentar o tranco, em plena campanha reeleitoral, das novas broncas geradas pela Operação Lava Jato e pela CPI mista da Petrobras (que começa a se transformar em uma pizza indigesta). A base aliada não sabe até quando conseguirá impedir que seja aprovada a quebra de sigilo de grandes empreiteiras que têm negócios bilionários com a Petrobras. Odebrecht, Queiroz Galvão e Camargo Corrêa, grandes financiadoras de campanhas, acionam seus lobistas para tentar postergar o que parece inevitável.

No processo de Lava Jato, o cerco também se fecha. O procurador regional da República, Orlando Martelo, e o procurador da República Andrey Borges de Mendonça, solicitaram à 13ª Vara Criminal da Justiça Federal, em Curitiba, o prolongamento da instrução criminal. Martelo e Mendonça justificam o pedido pela “extensão e complexidade da investigação, que apura inúmeros crimes financeiros milionários, inclusive com envolvimento de diversas empresas de fachada e offshores”.

A tendência é que o juiz Sérgio Moro aceite o pedido dos procuradores. A Lava Jato atinge pelo menos quatro grandes núcleos de organização criminosa, tanto que foram expedidos 105 mandados de busca e apreensão, 27 mandados de condução coercitiva e 31 mandados de prisão. A CPI mista da Petrobras também deve convidar para depor, no Congresso, o juiz Moro e os procuradores Martelo e Mendonça. Quando a Lava Jato e a CPI se misturarem, a petralhada sabe que a casa vai desabar.

A CPI mista da Petrobras aprovou ontem requerimentos de quebra de sigilo fiscal, bancário e telefônico do ex-diretor Paulo Roberto Costa e do doleiro Alberto Youssef, presos na Operação Lava-Jato da Polícia Federal. Foram aprovadas também as quebras de sigilos das empresas ligadas aos dois, como a MO Consultoria, GFD Investimentos e Costa Global. Foi pedida a quebra de sigilos e aprovada a convocação de Humberto Mesquita e Márcio Lewkowicz, genros do ex-diretor. A CPI pode aprovar a convocação dos ex-diretores da Petrobras Renato de Souza Duque, Guilherme Estrella e Ildo Sauer, além do representante dos empregados no Conselho de Administração, Silvio Sinedino. Os parlamentares governistas esvaziaram a sessão para impedir a aprovação.

Revolução importada?

Lava Jato, CPI da Petrobras e brigas internas no seio petista tornam ainda mais tensa, internamente, a campanha reeleitoral de Dilma – favorita a sofrer uma derrota.

O negócio pode piorar se forem investigadas as suspeitas das ligações dos petralhas com revolucionários cubanos e haitianos contratados para atuar, de maneira imunda, no clima de terror pré-campanha reeleitoral...

Leia, abaixo, o artigo-denúncia de Antônio Ribas Paiva: A Revolução importada: Risco para Segurança Nacional

Sem improviso



Sobrando para a Odebrecht

A Construtora Norberto Odebrecht nega que tenha sido favorecida na licitação de US$ 826 milhões para um projeto de SMS – segurança, meio-ambiente e saúde – na Petrobras.

Mas os promotores Alexandre Themistocles de Vasconcelos e Cláudia Condack, da I Central de Inquéritos do Rio de Janeiro, pensam o contrário e denunciaram ontem à Justiça o ex-diretor internacional da Petrobras Jorge Luiz Zelada, por ter alterado o processo de licitação, para favorecer a empreiteira.

Zelada, que renunciou em 2012 após suceder Nestor Cerveró na diretoria internacional, é outro convocável para a CPI mista da Petrobras...

Tomando no duto

Mantendo a política de desinvestimentos de ativos no exterior e no Brasil, a Petrobras informou ontem que negocia com a Cemig - Companhia Energética de Minas Gerais - a venda de sua participação acionária de 40% na Gasmig.

Concessionária exclusiva de distribuição de gás natural canalizado no estado de Minas Gerais, a Gasmig é responsável pela distribuição de um volume de 4,1 milhões de m³/dia de gás natural, através de uma rede de aproximadamente 850 km de gasodutos.

E se essa área for investigada com mais seriedade por CPIs ou ações do Ministério Público e da Justiça, o caldo pode entornar...

Releia o artigo de João Vinhosa: Deletem Dilma!

Casa caindo

Dilma não pode sair à rua sozinha, nem para comer um sanduíche, sem tomar uma vaia.

Isso revela uma falha gritante nas pesquisas que a colocam na dianteira do processo eleitoral.

Agora, com a briga pessoal dela com Franklin Martins, que abandona, forçosamente, o PTitanic, a coisa tende a ficar mais feia para o sonho reeleitoral petista.

Galinha PintaDilma



Nossa presidenta mostrando toda sua "fofurice" em A Galinha PintaDilma...

Assumindo

Paulo Roberto Falcão deve ser anunciado o novo coordenador Técnico da CBF.

Substituirá Carlos Alberto Parreira, desempregado junto com o técnico Felipão.

Mas o nome do novo técnico da Seleção vai demorar um pouco a ser anunciado – podendo ser até um estrangeiro.

Novo torcedor do Mengão?



O Flamengo lidera, às avessas, o Campeonato Brasileiro.

Inegavelmente, o rubro negro venceu ontem o jogo entre Atlético Paranaense e aquele clube cuja camisa, patrocinada pela Adidas, inspirou o segundo uniforme da Seleção da Alemanha, tetracampeã do mundo que impôs a goleada de 7 a 1 na Seleção Brasileira.

Essas bem que seriam uma boa interpretação, no melhor estilo petista, para o resultado de ontem do Mengão – que só falta mesmo contar com a torcida do Mick Jagger - cuja evocação jocosa, pela Rede Globo, na voz de Cid Moreira, deu tanta sorte ao time do Brasil na “Copa das Copas”.

Atolados



Leitura errada



Tudo vale a pena



Renan continua o mesmo, mas seus cabelos...



Seus cabelos e o congresso continuam os mesmos...