segunda-feira, 31 de agosto de 2015

CPi do BNDES ameaça ouvir Lula, abalado por Pixuleco - apelido ideal para orçamento no vermelho da Dilma por Jorge Serrão



Pixuleco na paulista domingo: consagração

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

O boneco presidiário Pixuleco atazanou o fim de semana do companheiro $talinácio, com novas aparições, após o atentado promovido pela União da Juventude Socialista do PC do B. Durante a semana, quem pode encher o saco de Lula da Silva é a CPI do BNDES. O deputado Alexandre Baldy (PSDB-GO) protocolará um pedido para que o ex-Presidente seja ouvido junto com o dirigente da Odebrecht, Alexandrino Alencar - um dos apanhados na Operação Lava Jato. Uma requentada matéria da revista Época sobre os negócios internacionais de Lula, que ganhou destaque na Rede Globo, aporrinhou, demais, Lula - que sempre vai negar ter feito algo errado, mesmo que provas apareçam...

Enquanto a "oposição" de brincadeirinha tenta um cerco contra Lula, sua Presidenta Dilma Rousseff amplia o festival de besteiras que assolam a Republiqueta. A Presidenta vai assassinar hoje a Lei de Responsabilidade Fiscal, enviando ao Congresso o Orçamento de 2016 com previsão de grande déficit. A turma do desgoverno tem a coragem de chamar tal manobra de "orçamento realista" - como se causar e reconhecer rombos nas contas públicas fosse uma atividade normal, digna de ser adjetivada, meramente, como "algo real". Dilma, que recuou na recriação da CPMF, encena que, sem tal receita, as contas do ano que vem já nascem no "vermelho".

Dilma seguirá em sua agonia. Nada do que ela fizer ou falar vai resolver ou ser acatado pela sociedade. A Presidenta se desmoralizou completamente. Não tem credibilidade para continuar no poder. A fragilidade dela só vai aprofundar a crise econômica - causada pelas besteiras feitas na gestão de Guido Mantega, figura de confiança do velho $talinácio. A previsão é que o mercado receba, pessimamente, a notícia de que o governo pensa em operar, no ano que vem, no escandaloso vermelho da contabilidade. Trata-se de uma atitude canalha do desgoverno - que não corta gastos inúteis e só pensa em cobrar mais impostos, sacrificando, sempre, o bolso de quem tenta produzir e trabalhar no País comandado pela governança do crime institucionalizado.

Por isso, não tem outro jeito. A Intervenção Constitucional, pelo poder instituinte do povo, claramente prevista em nossa Constituição (Título I, Art. 5, parágrafo único, e artigo 142) é  única maneira segura disto não voltar a acontecer, dificultando ou inviabilizando a permissiva criação de novos "Pixulecos da Silva" (excelente apelido para um futuro preso, já que, na cadeia, a turma adora tratar os companheiros por codinomes).

Releia o artigo de domingo: Quem NÃO quer e Não Pode presidir o Brasil?

Triste perda


Um ataque fulminante do coração matou o comandante da missão da ONU no Haiti, o General brasileiro José Luiz Jaborandy Júnior.

O militar sofreu o infarto fulminante durante uma viagem do Haiti a Manaus, onde iria conhecer sua neta, nascida há poucos meses.

O General já vinha alertando, em entrevistas, que a tensa situação no Haiti tendia a se deteriorar ainda mais - fato que tornava o trabalho dos militares extremamente estressante.

Versos de Alerta


Raul Canal dá um show de poesia política

Suma daqui


Papo de otário

fonte: http://www.alertatotal.net/2015/08/cpi-do-bndes-ameaca-ouvir-lula.html