quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Os nazistas eram esquerdistas, e não de direita - Bill Whittle e Andrew Kavlan -Assistam o vídeo

UMA SAUDÁVEL ONDA CONSERVADORA CHEGOU AO BRASIL PARA FICAR. SORRY, ESQUERDISTAS, MAS VOCÊS JÁ ESTÃO PERDENDO. E PERDENDO FEIO.





O debate político verdadeiro custou a chega ao Brasil. Foram décadas perdidas e sucessivas gerações sofreram uma lavagem cerebral esquerdista sistemática por meio, principalmente, das universidades e das artes em geral como o cinema, por exemplo. E isso ficou muito evidente a partir da década dos anos 60 do século passado com a dita "contracultura", onde na verdade começou o bundalelê geral, com culto às drogas e os "hippies", bandos de vadios maconheiros que viviam na promiscuidade das denominadas "comunidades alternativas".

Incrível que apenas no século XXI é que o verdadeiro debate político começa a ser travado no Brasil, graças às novas tecnologias, principalmente a internet e as redes sociais. A filosofia política num passado recente era traduzida por uma overdose de marxismo. Conservador era um conceito amaldiçoado, rotulado como démodé, desprezado e que tipificava a 'direita' fonte de todos os males. As liberdades eram apanágio exclusivo do socialismo, comunismo e suas variáveis incluindo aí a fabiana "social-democracia".

Em boa hora tudo isso está sendo revisto numa velocidade espetacular. E não são senhores sisudos de ternos escuros que promovem esse debate sobre o que é o conservadorismo. São jovens. E são milhares. A grande mídia ainda não foi capaz de fazer uma reportagem honesta desse fenômeno social e político. O número de conservadores cresce no Brasil a olhos vistos. Para quem utiliza intensamente os recursos da internet, sobretudo as mídias digitais, dentre elas as redes sociais e blogs jornalísticos independentes, isto não é novidade. Isto já é uma realidade cujo reflexo é a produção editorial. Os livros que mais vendem na área da filosofia, da política, da economia e afins, abordam temas pela ótica conservadora.

O vídeo que ilustra este post foi traduzido por um pessoal que se intitula Tradutores de Direita, e que têm feito um trabalho espetacular de tradução de programas variados que abordam temas conservadores como este debate em vídeo objeto desta postagem.

No Canal dos Tradutores de Direita há um texto explicativo sobre o vídeo. Faço a transcrição:


O pessoal do PJTV volta para desmontar mais uma falácia ensinada para nós durante anos: que o fascismo e o nazismo são de extrema-direita. Já não bastando ver nossa mídia chamando na maior cara de pau o partido socialista bunda-mole PSDB de oposição, ainda vêem dizendo que ele é de extrema-direita e neoliberal. Aí já não dá!
Mas a cavalaria chegou. O tio Bill e o tio Andrew nos vêm salvar novamente dos bullys histéricos. Um agarra e o outro soca, dando uma surra tal que promete, se não deixar a teoria esquerdista K.O, ao menos cambaleando. Veja o embate e compartilhe.
Num país onde a esquerda é tratada como direita, e onde a direita é tratada imediatamente como extremista, chega-nos mais um vídeo que clarifica a história e abre-nos a mente para a mentira que vivemos. E para quem ainda acredita que nazismo era de extrema-direita: efatá!
*Notas do Tradutor:
1) O livro citado por Bill Whittle aos 0:37 do vídeo é "Fascismo de Esquerda" de Jonah Goldberg, lançado no Brasil pela Editora Record.
2) No início do vídeo há um comentário feito por Andrew Klavan sobre Bill Whittle ter pedido a Michelle Obama para retirar algo da prateleira. Ao público brasileiro, esclarecemos que se trata de uma piada sobre um incidente ocorrido na loja americana Target entre a sra. Obama e uma outra consumidora. Enquanto ambas faziam suas compras, a mulher pediu à sra. Obama que retirasse um produto da prateleira para ela. A esquerda americana entendeu que se tratava de racismo (pela primeira-dama ser negra) enquanto a direita interpretou o fato como um simples pedido de ajuda. Maiores informações (em inglês) podem ser obtidas aqui:http://goo.gl/uCuSlk
Tradução: Israel Pestana
Revisão: Hugo Silver
Visite www.tradutoresdedireita.org
____________________
CONCLUÍNDO: Como vocês podem ver, o pessoal está afiado, sabe das coisas. É por aí que o Brasil pode sair desse lodaçal de mentiras e empulhações de todos os calibres, de doutrinação comunista ridícula e criminosa nas escolas e universidades.
Mais uma década - ou nem tanto - e a idiotia marxista estará reduzida à sua real insignificância. Quem viver verá! E quanto mais avança este saudável debate mais se pode aferir o prejuízo pelo tempo perdido. Mas isso, no final das contas, será o catalisador que fará mais rápida a mudança. Cumpre por fim assinalar o extraordinário trabalho do filósofo, jornalista e escritor Olavo de Carvalho que com seus Seminários de Filosofia, seus livros, seus artigos e seu ativismo incansável, principalmente pela internet, tem sido um dos principais, senão o principal, agente dessa saudável transformação cultural e política que se registra no Brasil. 
O Brasil tem pressa! Amanhece, Bom Jesus!

fonte: http://www.aluizioamorim.blogspot.com.br/2015/08/uma-saudavel-onda-conservadora-chegou.html







É PRECISO PROIBIR DE UMA VEZ O COMUNISMO NO BRASIL