sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Lava Jato investiga R$ 10 bilhões em propina, diz Dallagnol


O esquema de pagamento de propinas envolvendo a Petrobras e outras estatais, investigado na Operação Lava Jato, é de R$ 10 bilhões. A expectativa é o valor envolvido nas investigações ultrapasse os R$ 20 bilhões caso sejam inclusos os desvios referentes a contratos com fornecedores e negócios superfaturados, segundo informações do procurador do Ministério Público Federal (MPF), Deltan Dallagnol.
Ainda de acordo com o procurador a estimativa foi feita com base em um contrato entre a Camargo Corrêa e a Petrobras, no valor de R$ 1,5 bilhão. “A Lava Jato combate um tumor, mas o sistema é cancerígeno. Não temos uma defesa jurídica contra a corrupção no Brasil. Vivemos um janela de oportunidade e – se não aproveitarmos esse momento para mudarmos nossa realidade  – não sabemos quando teremos outra oportunidade como essa”, declarou.
Dallagnol disse que sua estimativa se baseia em um contrato entre a Petrobras e a Camargo Corrêa, no valor de R$ 1,5 bilhão.  Só o superfaturamento nesse contrato chegou a R$ 600 milhões, conforme acrescentou. Na Petrobrás, o valor de propina “envolveu mais de R$ 6,2 bilhões”, afirmou.
Dallagnol abriu nesta manhã, em São Conrado, RJ, a programação do último dia do 21º Congresso Nacional do Ministério Público e da 5ª Conferência Regional da International Associations of Prosecutors (IAP) para a América Latina.


fonte: http://www.paranaportal.com.br/blog/2015/10/09/lava-jato-investiga-r-10-bilhoes-em-propina-diz-dallagnol/