segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Negociação de dívida e operação abafa para livrar banco de culpa na Lava Jato seguram Levy na Fazenda


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

A delação premiada de Fernando Baiano não fará mal apenas à cúpula do desqualificado Congresso Nacional. Pelo menos um grande banco brasileiro é alvo de suspeitas de colaboração nas operações de lavagem de dinheiro. A mesma instituição será alvo de denúncias na CPI dos Fundos de Pensão - aquela que o quase caído Eduardo Cunha elegeu para acabar com seus principais inimigos no desgoverno Dilma Rousseff. O escândalo tem poder para desviar o foco sobre o Presidente da Câmara - insustentável com a revelação dos detalhes sobre as operações financeiras nos inconfiáveis bancos suíços.

É justamente por causa deste escândalo prestes a estourar que Joaquim Levy está impedido de deixar o ministério da Fazenda, mesmo que tenha imensa vontade de abandonar o PTitanic - como vem pressionando Luiz Inácio Lula da Silva. Levy nada tem a ver com a falcatrua, mas a avaliação interna dos ministros mais próximos de Dilma indica que a saída dele pode facilitar que o caso venha à tona. A complicada "operação abafa" já está em andamento. A intenção é empregar a costumeira força do poderio econômico para que o problema fique ocultado por alguma espécie de "sigilo judicial").

Além do escândalo com um poderoso banco na Lava Jato, nos bastidores dos podres lobistas de Brasília circula a informação de que Levy tem de ficar no cargo até que o desgoverno cumpra um complicado acordo de pagamento de dívidas com os principais bancos. É unicamente por este motivo que a Presidenta Dilma Rousseff é obrigada a insistir, lá da Suécia, que "Levy fica". PT da vida com seu partido, a irritada Dilma foi obrigada ontem a perder a linha com os repórteres que acompanham sua viagem internacional, para garantir que Levy não sai: "Ele não está saindo do governo. Ponto. Eu não toco mais nesse assunto. Qualquer coisa além disso está ficando especulativo. Vocês não farão especulação a respeito do ministro da Fazenda comigo. A política econômica dele, se ele fica, é porque concordamos com ela".

Resumindo: Levy fica. Mas fica daquele jeito... Com Lula e Rui Falcão querendo a cabeça dele...

Releia o artigo de domingo: Se Dirceu e Andrezinho delatarem...


Perdição geral


Exemplo sueco



fonte: http://www.alertatotal.net/2015/10/negociacao-de-divida-e-operacao-abafa.html