quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Onde vai parar o cerco à família Lula? Por Jorge Serrão


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

O cerco aos familiares de Luiz Inácio Lula da Silva, para desestabilizá-lo emocionalmente e induzi-lo a cometer erros que baixem a milagrosa blindagem, está apenas começando. Há séculos que, nos bastidores da comunidade de informações brasileira, se comenta que a Inteligência da Receita Federal tinha um mapeamento completo sobre a evolução patrimonial de parentes e amigos próximos do Presidentro. Por que só agora o tal "rigor seletivo" atinge a turma do $talinácio que se transforma em alvo de ataques virulentos desferidos por certos segmentos da mídia amestrada que, até outro dia, eram aliadíssimas dele?

Não há dúvidas de que o bombardeio contra Lula vem de fora para dentro do Brasil. As principais informações usadas para atingir seus familiares vêm de sofisticadas empresas de inteligência estrangeiras - que apenas utilizam seus tentáculos na máquina gestapiana estatal tupiniquim. Até outro dia considerado um dos sujeitos com maior arsenal de informações contra inimigos e adversários, agora Lula começa a provar do veneno que tanto curtiu. Politicamente, pode até ainda ter salvação, porque uma parcela do eleitorado ainda o tem como herói. Moralmente, Lula já era - embora a máquina de trituração não tenha demonstrado a completa coragem para atacá-lo de frente, com provas objetivas e concretas.

Trata-se de um jogo de covardia. Ontem Lula era caçador. Agora, virou caça. O rigor seletivo obedece àquela cínica máxima segundo a qual "pau que dá em "Chico também dá em Francisco". Por isso, não é surpresa alguma que a Receita Federal tenha enviado à Justiça Federal um relatório (vazado pela Folha de São Paulo), sugerindo a quebra do sigilo fiscal e bancário do Luis Cláudio da Silva, um dos filhos de Lula. Já é previsível que novas denúncias também atinjam outro filho de Lula: Fábio Luiz da Silva - "fenômeno" que odeia ser chamado de "Lulinha" pela imprensa. A nora de Lula já teve o nome citado pelo delator premiado Fernando Baiano, na Lava Jato... E por aí vai...

No Brasil da impunidade, uma denúncia de novo escândalo vai superando a outra. O problema é que muitos acabam denunciados, alguns processados e muito poucos efetivamente condenados - e, quando o pior acontece, ainda conseguem, depressinha, infindáveis recursos judiciais para não ficarem presos. Mais grave ainda: não se mexe na estrutura que é a fonte originária de tanta corrupção. Assim, tudo a que assistimos agora é um mero espetáculo de enxugamento de gelo. Os poderosos do governo do crime organizado continuam na deles, com todo o poder econômico. Apenas andam mais tensos e incomodados com o cerco da Polícia, da Receita e do Ministério Público.

Lula começa a sofrer a destruição da imagem heróica que construiu. Os efeitos finais dos danos causados ainda não são totalmente previsíveis. A blindagem pessoal dele continua forte. Mas tudo em torno dele começa a ser desmantelado, desde o partido até aos negócios dos amigos e familiares. A grande pergunta é: até onde irá o cerco a Luiz Inácio Lula da Silva?

Efeito Dominó no poder



fonte: http://www.alertatotal.net/2015/10/onde-vai-parar-o-cerco-familia-lula.html