segunda-feira, 20 de julho de 2015

PIB despenca, desemprego aumenta e economia afunda. Pressão pela renúncia é grande


Com a economia literalmente ferrada, com o PIB despencando, desemprego em alta, comércio parado, a pressão pela renúncia de Dilma e Temer e a convocação de novas eleições é altíssima, sobretudo, com a Lava Jato quase chegando nos chefões.
É questão de tempo até o Odebrecht abrir a boca e os demais delatores pararem de folia e denunciarem de vez o que sabem, especialmente o Youssef, o Costa, o André Vargas, porque o Vaccari dificilmente falará algo, assim cmo Zé Dirceu...
ECONOMIA FODIDA - ***Em maio, segundo o IBGE, a produção industrial nacional recuou 8,8% ante o mesmo mês de 2014, enquanto que as vendas do comércio varejista brasileiro tiveram queda de 0,9%, a maior queda para maio desde 2001. O setor de serviços, por sua vez,cresceu 1,1%, na segunda menor alta de toda a série, inicada em 2012.
O Produto Interno Bruto é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, e serve para medir a evolução da economia. Para todo este ano, o mercado financeiro acredita que a economia brasileira terá uma retração de 1,5%, o que, se confirmado, será a maior queda em 25 anos, ou seja, desde 1990 – quando foi registrada uma queda de 4,35%.
Os números do BC indicam que a economia brasileira poderá entrar em recessão neste ano. Após o encolhimento do PIB de 0,2% nos três primeiros meses deste ano, de acordo com o IBGE, nova queda do nível de atividade no segundo trimestre indicaria uma "recessão técnica".
Parcial do ano e acumulado em doze meses
No acumulado de janeiro a maio deste ano, ainda segundo informações do BC, o nível de atividade da economia brasileira, observado por meio do IBC-Br, teve queda de 2,78%.
Neste caso, o índice foi calculado antes de ajuste sazonal, uma vez que considera períodos iguais. E, no acumulado em 12 meses até abril, o indicador (dessazonalizado) registrou contração de 1,68%, segundo números do BC. ***(Com informações de G1)

fonte: http://folhacentrosul.com.br/brasil/8328/pib-despenca-desemprego-aumenta-e-economia-afunda-pressao-pela-renuncia-e-grande