segunda-feira, 27 de julho de 2015

Por que Lula pode não acabar fisgado na Lava Jato? por Jorge Serrão (Alerta Total)

A Piada do século

Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Sinceramente, não dá para acreditar, com toda certeza, que Luiz Inácio Lula da Silva venha a ser indiciado, processado ou preso, pelo menos não da mesma forma que a cúpula dos empreiteiros, em função de broncas na Lava Jato, na Porto Seguro ou em qualquer outra ação judicial. Apesar da torcida contra ele nas redes sociais e da pressão exercida pela grande mídia que ele chama de "ingrata", Lula dificilmente será enrolado judicialmente por um simples motivo: ele se blindou por ter a maior rede de informações do País, com poder de fogo para "assassinar a reputação" de qualquer um. #pronto:falei! - como diria a molecada na internet...

São muitas as evidências de que Lula tem muito poder de fogo, embora seja um mito em decadência, figura em franca queda de popularidade e prestes a ajustar contas com a História. A principal delas é que, mesmo sem foro privilegiado, continua recebendo tratamento de "excelência". Pelo menos para os olhares externos, fora dos bastidores da politicagem, se comporta como uma figura inatingível, que sempre joga na ofensiva, embora seu time esteja perdendo de goleada. Lula aposta que, se for acuado por uma eventual prisão de Antonio Palocci ou pela repetição do encarceramento de José Dirceu, ainda tem muita bala na agulha para neutralizar os inimigos e manter erguida a velha blindagem. #pronto:faleidenovo!

Outro sinal de que Lula pode continuar fingindo tranquilidade foi emitido pelos defensores daquele homem que a revista Veja já garantiu, várias vezes, que teria condições de ferrar com a vida do ex-Presidente. O advogado Edward Carvalho, que defende José Adelmário Pinheiro (mais conhecido como Léo, ex-presidente da empreiteira OAS), desmentiu a matéria de capa da Veja (que teve direito até a banner promocional gigante nas principais bancas de jornal).

A publicação do grupo Abril repetiu a bombástica denúncia de que Léo Pinheiro teria informações que poderiam comprovar a ligação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com o esquema de corrupção da Petrobras. Detalhezinho: Léo Pinheiro chegou a ser preso em novembro de 2014, mas foi tirado da cadeia em abril por ordem do ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal, para ficar em regime de "prisão domiciliar" (coisa que nem o poderoso amigo de Lula, Marcelo Odebrecht, conseguiu até agora...).

Veja tinha listado alguns fatos (requentados) que poderiam ser o calcanhar de Aquiles do $talinácio: 1) Induzido por Lula, o empreiteiro Léo mandou reformar o sítio que está em nome de um sócio do filho Lulinha, mas que Lula diz ser seu. 2) Léo Pinheiro recebeu de um emissário de Lula a missão de arranjar serviço e dinheiro para o marido de Rosemary Noronha, a amante de Lula que ameaçava contar tudo que sabia dos esquemas do petista após ser abandonada. 3) Léo Pinheiro contou como Lula virou dono do tríplex no edifício Solaris, no Guarujá (SP), em uma das oito obras assumidas pela OAS depois da quebra em 2006 da Bancoop, então presidida por João Vaccari Neto (ex-tesoureiro do PT, preso na Lava Jato).

O advogado Edward Carvalho negou que o sonho dourado da oposição e dos inimigos de $talinácio possa se tornar realidade. O defensor assegurou que não houve contato com os procuradores da República da Força Tarefa da Lava Jato: "Nunca existiu conversa e não há intenção para ter uma conversa com a Procuradoria da República. Isso não está nem em estudo. Somos radicalmente contra a delação premiada. Sobre a reportagem da Veja deste final de semana, José Adelmário Pinheiro e seus defensores têm a dizer, respeitosamente, que ela não corresponde à verdade. Não há nenhuma conversa com o MPF sobre delação premiada, tampouco intenção nesse sentido".

Ou seja, para alegria da petelândia, o "furo de reportagem" da Veja caiu bem antes da Dilma Rouseff... Durou menos que 24 horas... Foi mais uma pancada na cabeça de quem, ingenuamente, achava que Lula começaria a se dar mal, de verdade... Novamente, ainda não foi desta vez... $talinácio tem muito poder... A mágica blindagem de Lula continua operando como nunca... O vizinho e amigo do presidente do STF, Ricardo Lewandowski, no luxuoso condomínio Swiss Park, em São Bernardo do Campo, continua tirando onda com a cara de todo mundo... #pronto:faleinovamente!

  
Por enquanto, só os empreiteiros continuam se ferrando. A dupla Marcelo Odebrecht (do grupo que leva o sobrenome dele e do avô) e Otávio Azevedo (da também poderosa Andrade Gutierrez) foi ontem transferida da carceragem da Polícia Federal para o Complexo Médico Penal do Paraná. Os dois foram sofreram o "downgrade" prisional junto com seus funcionários Elton Negrão, Alexandrino Alencar, César Ramos, João Antônio Bernardi Filho Filho, Márcio Faria e Rogério Araújo. Todos foram indiciados pela PF pelos crimes de fraude em licitação, lavagem de dinheiro, corrupção ativa e passiva, crime contra a ordem econômica e organização criminosa.

Tirando a prisão dos amigos empreiteiros (que, certamente, já não fazem mais parte do círculo íntimo de amizades do pragmático e eterno sindicalista de resultados), Lula só deve ter ficado meio triste com a atitude recuada de outro "amigo-inimigo". O ex-Presidente Fernando Henrique Cardoso usou o Facebook para arrasar com a notícia divulgada pela Folha de S. Paulo, quinta-feira passada, sobre aquela informação, vazada pelo Instituto Lula, de que o petista teria pedido a amigos que marcassem uma conversa com o chefe tucano. FHC já descartou o papo com Lula ou Dilma: “O momento não é para a busca de aproximações com o governo, mas sim com o povo. Qualquer conversa não pública com o governo pareceria conchavo na tentativa de salvar o que não deve ser salvo”.

Além de ter sido rechaçado por FHC, Lula também ainda muito pt da vida com a imprensa portuguesa e com seus adversários-inimigos nas redes sociais. Tudo porque foi viralizada, na internet, uma reportagem de uma emissora de Portugal que compara a situação dele com a de outro velho amigo e parceiro, o ex-primeiro-ministro José Sócrates, que anda enrolado com o judiciário lá da terrinha. A diferença é que Lula, ao menos por enquanto, não tem o mesmo problema, apesar de a matéria internacional afirmar o contrário. Quem não viu, veja os três minutinhos de pancada lusitana no líder $talinácio - um dos cabras mais blindados do Planeta...

Resumindo: Lula está mais livre que nunca. Sócrates continua a ver o sol nascer quadrado... E ainda tem gente que não acredita que o Brasil é o País da impunidade ampla, geral e irrestrita, onde só o rigor seletivo das gestapos tupiniquins manda muitos fracos para a cadeia e muitos poderosos para cumprir pena em regime "residencial"...

Por isso, como diria um amigão lá de SBC: "Guenta firme, Marcelão"...

Exemplo de brasileiro do Bem


Trailer do documentário de Bárbara Tavares sobre a trajetória do professor Hermógenes - um precursores da Yoga e das terapias holísticas no Brasil - que está sendo lançado no circuito cinematográfico. Vale a pena ver e tirar lições positivas do exemplo de vivência deste brasileiro do Bem.

Junta tudo


Conchavo liberado




fonte: http://www.alertatotal.net/2015/07/por-que-lula-pode-nao-acabar-fisgado-na.html